quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Projeto apresenta dados de análise espacial de escolas

Foram divulgados nesta quarta-feira (22), no auditório do Centro Universitário Tiradentes (Unit), os primeiros dados obtidos na Análise Espacial das Escolas Municipais de Maceió. Com o tema “Contribuições para o alcance do Objetivo 4 da Agenda 2030: equidade, inclusão, qualidade e inovação”, o encontro foi promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com o Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento (Pnud) e apoio da Unit e do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP).

Reunião aconteceu no auditório da Unit
As pesquisas de campo contaram com a participação de alunos, gestores, professores e pais de 91 escolas do ensino fundamental. No total, foram aplicados mais de 3.500 questionários. Com essas informações, será produzido um Atlas contendo imagens e dados educacionais primários e secundários das escolas do município, que, aliado aos indicadores sociais mais relevantes dos territórios analisados, ajudará na compreensão do que impacta no desenvolvimento e na melhoria da educação básica.

Apresentação de projeto aconteceu na Unit
A coordenadora-geral do Projeto Semed/Pnud Rita Ippolito destaca a importância do estudo para se ter um panorama multidisciplinar dos processos educacionais do município.”Para nós do Pnud, esse trabalho é fundamental. Ele representa aquilo que está em nosso objetivo, que é auxiliar a criar, em conjunto com a Semed, formas ainda mais eficazes de gerir a educação básica em Maceió”, disse.

Elisangela Mercado, presidente do Conselho Municipal de Educação, frisa o quanto alinhar os objetivos da Agenda 2030 ao Plano Municipal de Educação trará solucções para o desenvolvimento de medidas eficazes de monitoramento e avaliação. “A aplicação dessa metodologia garante o respeito ao direito à educação”, afirmou.
Na ocasião, também estiveram presentes a secretária municipal de Educação Ana Dayse Dorea, o assessor da Prefeitura de Maceió, Manoel Messias, a secretária mirim de Educação por um dia, Keyla Oliveira, a coordenadora local do Projeto, Paola Barbieri, o pesquisador Ajibola Badiru, a coordenadora-geral de Gerenciamento Escolar, Marta Palmeira, toda a equipe de supervisão escolar e representantes das demais instituições envolvidas no estudo.
Eduardo Araújo (estagiário)/ Ascom Semed

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Aluna da Escola Zumbi dos Palmares é empossada secretária mirim


A secretária mirim Luize Keyla Oliveira, da Escola Municipal Zumbi dos Palmares,
com a secretária Ana Dayse. Foto: Ascom Semed
A estudante Luize Keyla da Silva Oliveira, de 14 anos, do 9º ano da Escola Municipal Zumbi dos Palmares, foi empossada, simbolicamente, secretária mirim de Educação de Maceió. O ato aconteceu nesta quarta-feira (22), na sede da Prefeitura de Maceió, dentro da programação do Criança no Controle, iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para celebrar a passagem do Dia Mundial do Direito da Criança, cuja data oficial é 20 de novembro.

Foram selecionados 11 alunos das Redes Municipal e Estadual de Educação para participar do evento, representando o prefeito, secretárias e parlamentares. A escolha dos alunos seguiu como critérios o comportamento em sala de aula, boas notas, espírito de liderança e a boa relação com as pessoas.
Luize Keyla Oliveira foi selecionada para representar a secretária Ana Dayse
no evento Crianças no Controle. Fotos: Ascom Semed
A programação teve início às 9h, com a reunião de posse, conduzida pelo prefeito em exercício Marcelo Palmeira. O evento prosseguiu com a distribuição de atribuições entre os alunos. Akysson Hasller, da Escola Estadual Padre Cabral, tomou posse como prefeito de Maceió. Em seguida, foi nomeada a secretária da Educação, Luize Keyla, e demais autoridades mirins. Após a reunião, cada aluno recebeu o certificado de posse e em seguida foram direcionados para realização de atividades com o respectivo gestor representado.
A secretária mirim de Educação acompanhou a titular da Educação de Maceió, Ana Dayse Dorea, nos compromissos oficiais. A primeira agenda foi a participação no Workshop de Geoprocessamento, no Centro Universitário Tiradentes (Unit), que retratou os resultados da análise das escolas municipais. À tarde, após pausa para o almoço, as gestoras participaram de reunião dos coordenadores, onde a aluna pode discutir e conhecer como funciona a Rede Municipal de Educação. Para conhecer o funcionamento prático de uma unidade escolar, a secretária mirim encerrou sua agenda com visita ao Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Sônia Maria Cavalcante. Na oportunidade, conversou com diretores, professores e pequenos alunos.
Luize Keyla acompanhou a secretária Ana Dayse a reunião
com coordenadores da Educação. Fotos: Ascom Semed
Para Ana Dayse, ações como o Criança no Controle ajudam as crianças a formar a cidadania, porque eles se posicionam como atores principais, observam o que é ser um prefeito e um secretário na íntegra. “Hoje é um dia de mostrar a importância da opinião e da autoridade de cada criança. O município fica muito feliz por esse protagonismo infantil. Eles vão passar o dia vendo como é o dia de um parlamentar e como é o dia a dia do Executivo para, quem sabe, despertar novos autores desse processo. Eles estão em formação para isso”, ressaltou a secretária Ana Dayse.
Luize Keyla encerrou sua agenda como secretária mirim
com visita a Centro Municipal de Educação Infantil. Fotos: Ascom Semed
Luize Keyla disse que o projeto tem um grande significado para os alunos da rede, pois dá aos alunos a oportunidade de aprender como é feito o trabalho de pessoas que lutam pela melhoria do ensino. “Estou muito feliz por exercer esse papel, pois ser secretária de Educação é um papel muito importante para nosso município e a Educação é a forma de ter um futuro melhor”, comentou a estudante.
A secretária mirim disse que a função requer responsabilidade
e destacou a importância da Educação. Fotos: Ascom Semed
O especialista em Comunicação do Unicef Bruno Viécili explicou que o projeto tem a finalidade de possibilitar às crianças e adolescentes a conscientização de seus direitos. “Os alunos precisam entender o que é de fato ficar no controle, ver a situação da cidade onde vivem. Esse é o primeiro ano em que vamos comemorar o Dia Mundial do Direito da Criança, então precisamos plantar uma semente no pensamento de cada aluno para que nos próximos anos mais estudantes venham participar desta ação”, explicou.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Estudantes participam de festival de judô


Cerca de 800 alunos de 20 escolas da Rede Municipal de Ensino participaram, no último sábado (18), da VII edição do Festival de Judô do Programa Mais Educação. O torneio aconteceu noGinásio Tenente Madalena, localizado no bairro da Cambona, ao lado da sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A abertura contou com apresentação da bandada Escola Maria de Fátima Lira.

O evento teve início com um desfile dos estudantes. A programação teve continuidade com a exposição musical dos alunos 3° ao 4°ano da Escola Doutor José Carneiro, que mostraram canções que retratam a cidade de Maceió. Os estudantes do 3° ao 4°ano da Escola Dom Antônio Brandão fizeram uma dramatização utilizando o folguedo Guerreiro.
A coordenadora do programa Mais Educação da Semed, Edileuza Maciel, explicou a importância da prática do esporte para qualidade de vida. “Foi uma manhã maravilhosa, vimos a felicidade que esse festival trouxe e ensinamos a importância que o esporte pode fazer na vida de cada aluno”, disse.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Estudante será secretária municipal de Educação por um dia


Luize Keyla da Silva será a secretária mirim
de Educação de Maceió
A estudante Luize Keyla da Silva Oliveira, de 14 anos, do 9º ano da Escola Municipal Zumbi dos Palmares, será a secretária mirim de Educação de Maceió na próxima quarta-feira (22). A iniciativa marca a passagem do Dia Mundial do Direito da Criança, uma ação do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), cuja data oficial é 20 novembro. Em decorrência do feriado, a programação foi transferida para a quarta.

Logo pela manhã, às 8h, a secretária mirim será empossada pelo prefeito em exercício Marcelo Palmeira. Em seguida, participa de um lanche e, logo depois, segue com a secretária Ana Dayse Dorea nos compromissos oficiais. Após a saída do gabinete de Marcelo, o primeiro compromisso oficial é a participação em uma reunião na Universidade Tiradentes (Unit).
Além disso, secretária mirim e secretária municipal almoçam juntas e comandam agenda administrativa na sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A coordenadora do Programa e Projetos Educacionais da Semed, Virginia Ferreira, explica que a iniciativa do Unicef e encampada pela Prefeitura de Maceió é possibilitar aos menores a conscientização de seus direitos.
Ascom Semed

Semed realiza evento para socialização de pesquisa na Rede

Na próxima quarta-feira (22), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) vai realizar o encontro Primeiros Resultados da Análise Especial das Escolas Municipais de Maceió, no auditório do Centro Universitário Tiradentes (Unit). O evento acontece em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP) e a Unit.

Durante o encontro serão socializados os resultados iniciais da análise das escolas que tem a finalidade de contribuir para o alcance do “Objetivo 4 da Agenda 2030: equidade, inclusão, qualidade e inovação”. Os resultados da análise serão apresentados aos secretários de educação de Maceió, gestores escolares, técnicos de planejamento, especialistas, parceiros, entre outros.
A socialização dos dados da pesquisa trará uma reflexão a partir de vários ângulos sobre a Educação do município. A pesquisa também vai contribuir para fortalecer os processos de planejamento, de avaliação e de gestão participativa na Rede Municipal de Educação de Maceió.
Ascom Semed

Escola Zumbi dos Palmares celebra o Dia da Consciência Negra

A Escola Municipal Zumbi dos Palmares, localizada no Conjunto Rosane Collor, celebrou nesta sexta-feira (17), o Dia da Consciência Negra, comemorado na próxima segunda-feira (20). As atividades contaram com o encerramento do Projeto Afro-indígena, que teve como tema “Que a voz da igualdade seja sempre a nossa voz”. A ação contou com a participação de pais, alunos e da comunidade escolar, com apresentações culturais.

A programação teve a participação da banda de música da Polícia Militar, peça de teatro e recitações de poesias das turmas do 1º ao 4º ano. Os alunos do Programa Novo Mais Educação fizeram uma dramatização com o tema “Quem somos?”, que teve como foco principal promover uma reflexão sobre a identidade cultural da sociedade.
Segundo a coordenadora da escola, Luiza Roberta, o Projeto vem acontecendo durante todo o ano com trabalhos feitos em sala. “Fazemos essas ações todos os mês, com atividades que motivam os alunos a perceberem a importância do respeito à cultura afro. A escola está toda decorada com os trabalhos que foram produzidos por cada um dos alunos”, afirmou.

“Me sinto maravilhado, confesso que saio desse lugar revigorado com a certeza que estamos no caminho certo. Conseguimos mostrar a essas crianças a memória histórica, reforçar os laços culturais, e conseguimos aproximar ainda mais nossos estudantes da sua identidade cultural”, disse o coordenador de Arte e Cultura da Semed, Tércio Smith.

“Eu vou apresentar uma peça de teatro, que fala sobre a cultura afro-indígena para tentar mostrar a todos como é importante respeitar o próximo e sua identidade cultural”, contou Carlos Erick, estudante da Zumbi dos Palmares.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Município promove projeto de combate ao bullying nas escolas

Alunos do 1º ao 5 ºano da Escola Municipal Vereador Audival Amélio, no São Jorge, participaram do projeto de Combate ao Bullying na Escola, nesta terça-feira (14). A programação reuniu diversas oficinas sobre a diversidade étnico racial direcionado aos estudantes e pais presentes na unidade.
A ação tem o objetivo de ajudar os alunos a entender melhor o que é o bullying e quais as consequências que esta prática pode trazer para o cotidiano deles. Uma das atrações foi a biblioteca volante da Semed, “Estação Saber”, que levou a contação de histórias.
A programação seguiu com o quadro de acertos e erros, oficina de beleza da diversidade, tapete lúdico e cinema para as crianças. A ação teve continuidade durante a tarde para os pais, com a palestra da Juíza da 28ª Vara Cível, Fátima Pirauá, que falou sobre bullying.
Segundo a coordenadora de Centros e Núcleos da Semed, Ticyane Bentes, o projeto vem sendo apresentado desde janeiro com orientações através de vídeos, atividades pedagógicas e palestras para os professores. “Em novembro, colocamos em prática essa iniciativa com a ida às escolas e reforçando as atividades feitas em sala”, ressaltou.
Para a vice-diretora, Eliane Albuquerque, o projeto ajuda os alunos a ter respeitar pelo próximo. “Precisamos tocar na mesma tecla, constantemente, para conseguir conscientizar as crianças sobre o mal que o preconceito traz, além de tentar minimizar essa situação de bullying na escola e comunidade”, disse.
Stephanie Ferreira (estagiária) Ascom Semed