terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Secretária participa de conferência em São Paulo

A secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea, participa nesta terça-feira (12), em São Paulo, do Pensacom – Pensamento Comunicacional Brasileiro – 2017. A conferência reúne pesquisadores científicos, artísticos, literários, tecnológicos, organizacionais e mercadológicos da Comunicação e Informação para o desenvolvimento midiático e folkcomunicacional.

O encontro é promovido é promovido pela Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – e tem como tema “Das Indústrias Culturais às Indústrias Criativas: Ação, criação e imaginação”.
Ana Dayse participa do 3º colóquio e discorre sobre o tema “Alagoas: 200 anos de emancipação política, consciência cidadã e inclusão sociocultural para o fortalecimento da democracia”. Integram o grupo de discussão professores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e gestores do Governo de Alagoas.
A secretária direcionou sua exposição a ações realizadas na área da Educação no contexto da realidade da educação básica em Alagoas. Ela falou sobre a parceria com o Estado e destacou a consultoria do Pnud na elevação dos indicadores da Educação no município de Maceió. “Como parceria decisiva, destaco a consultoria do Pnud, que tornou possível realizar um diagnóstico da rede e planejar ações estratégicas. Com o Pnud, veio o Viva Escola, que permitiu o acesso, a permanência e a inclusão escolar com foco em quatro eixos: Infraestrutura, ações pedagógicas, recursos humanos e gestão. Dessa parceria conseguimos constituir a politica de educação da rede, com o lançamento de orientações curriculares de todas as modalidades de ensino”, afirmou Ana Dayse, ressaltando o apoio fundamental das parcerias com o Instituto Aryton Senna, Instituto C&A, Mentes Inovadoras e Ufal.
Ascom Semed/ Janaina Farias

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Alunos participam da 5ª edição da Maratoninha Papai Noel

Incentivando a prática esportiva, a disputa saudável e as festividades natalinas, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou a 5ª edição da Maratoninha Papai Noel, na orla da Ponta Verde, no último domingo (10). Participaram do evento mais de 600 crianças de 7 a 13 anos de 16 escolas de todas as regiões administrativas de Maceió.

A coordenadora de Desporto Escolar da Semed, Elaine Paccola, disse estar muito satisfeita com o resultado do evento. “Estou muito feliz com a 5ª edição da Maratoninha. Todo ano trazemos alunos de diferentes escolas para contemplar o maior número possível. É um oportunidade para eles participarem de competições esportivas e incentivar a prática de atividades físicas”.
Todas as crianças receberam a camisa feita para participação no evento. A competição foi dividida em baterias de acordo com a idade. Nas baterias de 7 a 10 anos, todos os participantes receberam medalhas. De 11 a 13, os primeiros três colocados receberam a premiação.
A aluna do 4º ano da escola Higino Belo, Islane Ferreira, gostou bastante de participar da Maratoninha.”Eu achei muito bom. Com a corrida, comemoramos o natal também. Eu corri bastante, fiquei muito cansada, mas ganhei a medalha”, ressalta a aluna.
Erick Nogueira – Ascom Semed

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Professora de Portugal troca experiências com a Semed


A Secretaria Municipal de Educação (Semed) promoveu, na última quinta-feira (7), o II Seminário de Avaliação Educacional na Rede Municipal de Ensino de Maceió. O evento contou com a participação da professora doutora Carlinda Leite, catedrática da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, em Portugal.
Segundo a professora, estudos dos últimos anos têm demonstrado que a avaliação pode e deve ser um instrumento muito importante para melhorar a aprendizagem dos alunos e para melhorar a qualidade das instituições de ensino.
Carlinda Leite, professora da Faculdade de Psicologia
e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Foto: Pei Fon/ Secom
“Nesta ideia de construir um ensino de melhor qualidade, Portugal criou algumas políticas públicas que se orientam por esses princípios. Isto baseado em metas da educação para 2020. Dentro dessa dinâmica está o envolvimento das pessoas e das escolas em processos de diagnósticos das instituições de ensino”, afirmou Carlinda.
Essas experiências entusiasmaram a equipe da Semed para fazer uma troca de conhecimento com a finalidade de aprimorar o ensino das escolas de Maceió. Assim, o I Seminário de Avaliação Educacional realizado no ano de 2016 deu início ao debate sobre as propostas das Diretrizes de Avaliação e novas abordagens de Avaliação Escolar do município.
O II Seminário, por sua vez, dando continuidade a esse debate, teve como objetivo socializar as experiências de autoavaliação realizadas nas Escolas Luiz Pedro IV (Cidade Universitária), Monsenhor Antonio Assunção (Serraria) e Selma Bandeira (Benedito Bentes), experimentado e validando processos e instrumentos de melhoria da organização escolar.
Em relação à avaliação de unidades de ensino, Carlinda destacou que cada escola apresenta um dinamismo diferente que precisa ser trabalhado de forma particularizada. “O avanço na educação deve ser acompanhado e construído em conjunto com as instituições, os pais e a comunidade. E é importante relatar aqui o comprometimento da secretária Ana Dayse nesse processo de avanço. Só a presença dela já representa essa vontade de ajudar”, frisou.
A professora salientou ainda que a Prefeitura de Maceió vem trabalhando estratégias perceptíveis para avançar no gerenciamento das escolas. De acordo com ela, o lançamento da 2ª edição das Diretrizes da Avaliação da Aprendizagem da Rede Municipal de Ensino de Maceió representa esse esforço.
Por fim, ela comemorou a assinatura de um Memorando de Entendimentos entre o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), a Prefeitura de Maceió, o Centro de Investigação e Intervenção Educativa e a Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto para o apoio ao aprofundamento de pesquisas educacionais que contribuam com a educação de Maceió.
Marcondes Leite (estagiário)/ Secom Maceió.

Publicações pedagógicas estavam expostas durante o encontro. Foto: Ascom Semed


Maratoninha Papai Noel Na Praia de Pajuçara.
Fotos: Marco Antônio/Secom Maceió.
No próximo domingo (10), a partir das 8h, centenas de pequenos atletas irão participar da tradicional Maratoninha Papai Noel, realizada pela Secretaria Municipal de Educação(Semed).
O evento vai reunir mais de 800 crianças de 8 a 13 anos na orla da praia da Pajuçara. O evento é uma realização do Setor de Desporto Escolar da Semed, por meio da Coordenadoria de Programas Suplementares.
“A maratoninha é uma grande oportunidade para os alunos participarem de competições esportivas, além de ser um evento recreativo que incentiva a prática saudável da atividade física. Em sua quinta edição, quase que duplicamos o número de participantes”, disse a coordenadora e organizadora da competição, Elaine Pacolla.
A Maratoninha Papai Noel vai contemplar com medalha os três primeiros colocados e os demais vão receber camisa de participação e lanche durante o evento.
João de Oliveira Filho/ Ascom Semed

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Avaliações são apresentadas em seminário


Secretária Ana Dayse Dorea comenta os resultados obtidos nas avaliações.
Foto: Ascom Semed
O II Seminário de Avaliação Educacional na Rede Municipal de Ensino de Maceió, promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), discutiu estratégias de melhoria da organização escolar. O evento aconteceu no Hotel Atlantic Suits e contou com apresentação das informações obtidas na vivência de três escolas da rede, além da participação de gestores do projeto Semed/Pnud, professores das escolas municipais, técnicos da Semed e outros parceiros da iniciativa.
O evento teve como tema “Autoavaliação: Um Caminho para a Organização Escolar” e socializou as experiências de autoavaliação experimentais nas escolas escolhidas para o estudo, validando processos de melhoria da organização escolar. De acordo com a coordenadora-geral do projeto Semed/Pnud, Rita Ippolito, as informações obtidas iniciam a implementação de um projeto inovador.
“Nesse momento de mudança da gestão escolar, a reorganização das práticas é fundamental para empoderar os profissionais, oferecendo-lhes instrumentos de planejamento. As diretrizes apresentadas pelo projeto objetivam a aplicação de avaliações que possam aprimorar o aprendizado da educação básica”, explicou Rita.
Avaliações foram apresentadas à rede de ensino.
Foto: Ascom Semed
Ana Dayse Dorea, secretária de Educação, comentou a importância do trabalho desenvolvido na conjuntura atual e parabeniza a equipe no projeto. “Mesmo nesse momento de tanta dificuldade, estamos conseguindo fazer coisas boas. Temos a coragem de nos autoavaliar, de superar as adversidades e tentar fazer melhor. Não é fácil, mas é preciso dar atenção à educação básica, ouvir o que precisamos fazer”, disse.
Para a secretária-adjunta executiva de Governo Mônica Suruagy, é preciso estreitar os laços com os conselhos escolares, diretores das escolas, rede de ensino e gestão municipal, a fim de trabalhar de forma eficiente e alvançar as metas estabelecidas. “Acreditamos que a partir do momento em que fazemos autoavaliações considerando nossas impossibilidades e competências, conseguiremos alcançar o resultado esperado, que é uma educação de qualidade para todos e todas”, afirmou.
A coordenadora do Projeto Piloto de Autoavaliação Patrícia Calheiros destacou a necessidade de avaliação para a educação e contextualizou as experiências de implementação da autoavaliação escolar com os gestores Silvânia da Silva, Almir Nascimento e Andra da Silva (EM Luiz Pedro IV), Rosangela Sandes e Jailton Júnior (EM Monsenhor Antônio Assunção) e Alessandra Almeida (EM Selma bandeira).
Publicações pedagógicas estavam expostas durante o encontro.
Foto: Ascom Semed
Logo após a exposição, a professora Carlinda Leite ministrou uma aula sobre a autoavaliação na sua relação com uma cultura organizacional potencializadora de melhorias e seu papel para as comissões e equipes de escolas. Durante o evento também houve a assinatura de um Memorando de Entendimentos e Cooperação entre a Semed e a Universidade do Porto, pelo vice-prefeito Marcelo Palmeira, para oficializar o apoio a pesquisas educacionais que contribuam com a Rede de Ensino. O projeto de autoavaliação se inspira na experiência realizada na instituição portuguesa, e será assessorada por Paulo Marinho, professor titular da instituição.
Eduardo Araújo (estagiário)/ Ascom Semed

Alunos da Ejai participam de Feira do Artesanato

Mais de 60 alunos da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai) da Escola Municipal Professor Corintho da Paz, localizada no Eustáquio Gomes, colocaram suas obras de artes à venda para o público da comunidade. Eles participaram, nesta quinta-feira (07), da I Feira do Artesanato, o que possibilitou aos estudantes aprenderem como reaproveitar os objetos recicláveis.
Feira do Artesanato contou com a participação de alunos da Ejai
A Feira do Artesanato está sendo desenvolvida no decorrer de 2017, pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) com os professores do Ejai. A finalidade do projeto é despertar a consciência ambiental nos alunos, mostrar como os materiais podem ser reaproveitados e desenvolver atividades além da leitura e escrita.

De acordo com a vice-diretora da Escola Corintho da Paz, Tarcísia Cavalcanti, os alunos fizeram os trabalhos e decidiram o quanto iria valer cada objeto exposto. “Tivemos a confecção de produtos, produção de doces e bolos, inclusive muitos estudantes se descobriram no ramo da confeitaria”, disse.
Feira do Artesanato contou com a participação de alunos da Ejai
Segundo o aluno da 4ª fase, Erico Amorim, o evento gerou muitos benefícios para os estudantes. “Essa feira nos ajudou a ter mais criatividade e se desenvolver melhor com os colegas de classe, além de aprender mais como reciclar os objetos e utilizá-los para uma boa causa”, relatou. Erico também contou que o dinheiro que arrecadado será utilizado para uma viagem com os alunos.
Stephanie Ferreira (estagiária) Ascom Semed

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Rede recebe publicações sobre Orientações Curriculares

O prefeito Rui Palmeira e a secretária de Educação, Ana Dayse Dorea, lançaram nesta quarta-feira (06), no Maceió Atlantic Suítes, as Orientações Curriculares de Educação de Adultos, Jovens e Idosos (EJAI). O evento, que lotou o auditório, contou com a participação de especialistas e representantes de órgãos que trabalham nesse segmento, além de diretores, professores, alunos e técnicos da área.
Rui Palmeira participa do lançamento da orientação curricular do Ejai.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
Os alunos da escola Coração de Jesus fizeram a abertura oficial do encontro ao apresentar a paródia “Comidas típicas de Alagoas, em celebração ao projeto Alagoas 200 anos”.

A mesa de abertura foi composta pelo prefeito de Maceió, a secretária de Educação e representantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação (SECADI/MEC), do Fórum Alagoano de Educação de Jovens e Adultos (FAEJA), do Conselho Municipal de Educação (COMED), e do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas(CEDU/UFAL), além de estudantes representando o Jovem, o Adulto e o Idoso.
Rui Palmeira participa do lançamento da orientação curricular do Ejai.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
Rui Palmeira, parabenizou o esforço de cada educador envolvido na construção das orientações. “É muito gratificante ver alunos da Ejai, que por diversas razões abandonam os estudos, voltam, mesmo com muito esforço, para a sala de aula. Certamente é um sonho e uma conquista de cada um de vocês. Tenho convicção que essas orientações são motivo de orgulho”, destacou o prefeito.
Rui Palmeira participa do lançamento da orientação curricular do Ejai.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
Para a secretária de Educação, o momento representou um marco na modalidade de educação de jovens, adultos e Idosos da rede, momento esse considerado por ela o lançamento de um importante produto que norteará todos envolvidos no processo de ensino aprendizagem para os próximos anos no município. ” Esse é um momento impa na cidade de Maceió. Por meio dessa forte parceria com o Pnud entregamos não só esse como vários outros produtos, frutos de um trabalho que vocês professores conseguiram produzir o que nos temos hoje como politica de educação do município de Maceió. Quero que todos saibam que nos gestores estamos assumindo esse compromisso perante todos vocês presentes, mas é importante que a rede queira fazer acontecer, por que podemos fazer livros lindos e escrever cosias maravilhosas, mas se a gente não quiser abrir, se não tiver a formação e se não quiser fazer, não faz”.
O retorno aos estudos nessa faixa etária, segundo o estudante Sergio Domingos, da escola Natalina Costa, faz com que o próprio aluno perceba o seu crescimento e tenha uma visão diferenciada. “Percebi essa mudança em casa mesmo, com minha esposa. Ela disse que eu estava muito mudado. Então eu passei a ver a escola de outra forma e hoje eu tenho prazer em estudar”, ressalta o estudante, que atualmente é pedreiro e sonha em ser escritor.
As orientações se organizam em torno das redes temáticas. A metodologia busca conhecer de perto a realidade da comunidade dos jovens, adultos e idosos a fim de que as práticas pedagógicas se aproximem da vida desses estudantes a partir do seu dia a dia. A orientações curriculares da Ejai integram a coleção da publicações do projeto Semed/Pnud de apoio à estruturação da politica de educação.
O material está dividido em cinco partes: a primeira, uma leitura histórica da EJA no Brasil e em Maceió. A segunda diz respeito a realidade da EJA no cotidiano escolar. A terceira fala sobre a metodologia da Rede Temática. A quarta faz uma abordagem da Rede Temática na Prática Pedagógica, e a quinta e última parte contempla a Formação e Avaliação em EJAI.
Ascom Semed/ Janaina Farias