quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Pré-matrícula para novos alunos tem início no dia 22


Estudantes da Escola Municipal Francisco Melo.
Foto: Marco Antônio/ Secom Maceió
No período de 22 a 28 de janeiro, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) inicia a pré-matrícula para novos alunos da Rede Municipal de Ensino de Maceió. O processo será feito inteiramente on-line no site da Prefeitura de Maceió.

De acordo com o coordenador-geral de Informações e Avaliação Escolar da Semed, Roberval Ferreira, a seleção dos estudantes acontecerá observando critérios de existência de vaga na escola pretendida, idade certa para a etapa/ano e a necessidade do aluno em precisar de atendimento educacional especializado ou já ter irmão na escola selecionada.
Para realizar a pré-matrícula, os pais ou responsáveis devem fornecer os dados solicitados até a confirmação da inscrição. No ato do preenchimento dos dados é preciso indicar três opções de escolas onde desejam matricular a criança. Após a conclusão deste cadastro, um comprovante de pré-matrícula será emitido. É importante imprimir e salvar o documento.
O coordenador ressalta que os pais devem prestar bastante atenção com o período de cadastro da pré-matrícula. Ele reforça ainda que para fazer o cadastro é necessário ter em mãos dados essenciais da criança, além dos nomes oficiais das três escolas mais próxima de sua residência. “É importante não perder o prazo, pois não será prorrogado”, disse Ferreira lembrando que a pré-matrícula não garante a vaga, por que depende da disponibilidade da rede. O resultado da seleção será divulgado também no site da Prefeitura.
Resultado da Pré-Matrícula
Entre os dias 03 e 09 de fevereiro, os pais ou responsáveis legais deverão acessar o site da Prefeitura para consultar a unidade escolar em que o estudante foi alocado, assim como a data e o local de efetivação da matrícula.
Efetivação da Pré- Matrícula
Após o resultado da Pré-Matrícula os pais ou responsáveis devem dirigir-se à escola designada para o estudante de posse dos documentos necessários para efetivar a matrícula. O ano letivo da Rede Municipal de Educação para as escolas que concluíram o calendário 2017 até 20 de janeiro de 2018 terá inicio no dia 19 de fevereiro.
Pontos para a Pré-Matrícula
Para os pais que não dispõem de acesso a internet, a Semed indica 15 locais para auxiliá-los durante o processo de cadastro da Pré-Matrícula online.
Confira:
Escola Municipal Maria José Carrascosa;
Escola Municipal Rui Palmeira;
Escola Municipal José Carneiro;
Escola Municipal Tradutor João Sampaio;
Escola Municipal Hermínio Cardoso;
Escola Municipal Dom Hélder;
Escola Municipal Lamenha Lins;
Escola Municipal Pompeu Sarmento;
Escola Municipal Paulo Bandeira;
Escola Municipal Pedro Suruagy;
Escola Municipal Carmelita Gama;
Escola Municipal Jaime Miranda;
Centro Municipal de Educação Infantil Heloisa de Gusmão;
Centro Municipal de Educação Infantil Hebert de Souza;
Secretaria Municipal de Educação (Semed) – Cambona.
Ascom Semed

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Projovem Urbano: Semed descentraliza locais de inscrição


Tenda será montada na Rua do Comércio para realização de inscrições.
Foto: Mauro Fabiani /Ascom Semed
As inscrições para o Projovem Urbano em Maceió serão descentralizadas. Os interessados poderão se dirigir, entre os dias 22, 23 e 24 de janeiro, a um ponto volante da Secretaria Municipal de Educação (Semed), na Rua do Comércio, no Centro, e à Escola Municipal Selma Bandeira, situada no Benedito Bentes, a partir desta terça-feira (16).
No Centro, os interessados deverão comparecer ao posto da Semed em frente às Óticas Flamengo. A equipe atenderá no local das 8h às 17h. Já na Escola Selma Bandeira, a matrícula poderá ser feita das 18h às 20h. A unidade trabalhará em regime de plantão para receber as inscrições.
“Devido à dificuldade de alguns jovens para se deslocar até a Semed, acreditamos que aumentar a oferta de locais de atendimento facilitará o ingresso dos interessados no Projovem”, disse a coordenadora do Programa em Maceió, Solange Gouveia.
O Projovem Urbano está disponibilizando 600 vagas para escolas no Jacintinho, Clima Bom, Benedito Bentes, Levada e Prado, com possibilidade de inclusão de outras localidades, a depender da demanda de alunos. O programa recebe jovens de 18 a 29 anos que não concluíram a educação básica em algum momento de sua vida escolar. O curso ofertado possui duração de 18 meses ininterruptos, com aulas no horário noturno e, além da formação do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, também oferece qualificação profissional inicial e inclusão digital.
Inscrições
Os candidatos interessados em concorrer a uma das vagas devem se dirigir aos pontos de inscrição com cópias e originais da Carteira de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de residência atual e histórico escolar. Mais informações sobre o processo podem ser obtidas pelo telefone (82) 3315-4555.
 Eduardo Araújo (estagiário)/ Ascom Semed

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Transferência interna: consulta de resultado sai 19/01


É preciso dirigir-se à escola de origem do aluno para saber o resultado.
Pais e responsáveis por alunos da Rede Municipal de Ensino poderão conferir o resultado da solicitação de transferência entre escolas municipais para o ano letivo de 2018 a partir do dia 19 de janeiro. Para saber se o processo foi deferido, é necessário que eles se dirijam à escola de origem para fazer a consulta.


Após a verificação os pais ou responsáveis devem, entre 22 e 24 de janeiro, realizar a matrícula na escola em que o aluno foi realocado. Para isso, é necessário comparecer ao local portando a documentação exigida, que pode ser consultada abaixo.
O estudante que não for realocado em nenhuma das opções tem sua vaga garantida na sua unidade escolar de origem, desde que a escola oferte a série que o aluno cursará. Há exceção para estudantes que estiverem saindo da educação infantil. Eles precisam ser encaminhados, necessariamente, para outra unidade de ensino.
Mais informações podem ser obtidas na Comissão de Matrícula na Semed pelo telefone 3315-4720.
Documentos necessários:
Histórico ou declaração escolar;
Certidão de nascimento ou casamento;
CPF do estudante;
Cartão do SUS;
Cartão do Bolsa Família (caso seja beneficiário);
Cartão de vacinação (para crianças de até sete anos);
RG e CPF originais do responsável;
Comprovante de residência;
Três fotos 3×4;
Eduardo Araújo (estagiário)/ Ascom Semed

Encontro debate práticas educacionais nos Cmeis


Gestoras dos Cmeis trocam experiências de suas unidades. Foto: Ascom Semed
Equipes dos Centros Municipais de Ensino Infantil (Cmeis) da rede municipal de ensino participaram de um encontro, na última quarta-feira (10), a fim de conhecer o trabalho realizado no Cmei Elza Lira. A experiência nasceu da necessidade de conhecer as práticas pedagógicas do local e intercambiar os saberes e fazeres pedagógicos da rede para essa etapa de ensino.

Na ocasião, a equipe conheceu as instalações do Cmei e em uma roda de conversa, ouviu experiências da equipe que gere a unidade. Participaram da iniciativa 25 gestoras e 5 técnicos, que também fizeram uma visita às instalações do local para compreender o espaço em que as crianças são atendidas. Durante o passeio, conheceram a logística de atendimento, a organização do espaço e a realização das práticas no local.
Equipe visita as dependências do Cmei. Foto: Colaboração CEI/Semed
A gestora Carmem Couto, que esteve à frente da instituição por 10 anos, explicou na oportunidade como é a jornada diária das crianças dentro do local. Alimentação, sono, brincadeiras, troca de fraldas e higiene dos bebês foram alguns dos assuntos discutidos. Por fim, a diretora fez uma explanação oral onde explicou a metodologia de implantação dos indicadores de qualidade da educação infantil.
“Foi um momento muito rico e proveitoso. Uma de nossas metas para 2018 é incluir esses encontros no calendário permanente da Educação Infantil. Alguns de nossos Cmeis, mesmo sendo denominados creches, não possuem a prática de trabalhar com crianças com menos de um ano. Por isso, já redefinimos o atendimento das crianças para a partir dos 6 meses, mas havendo necessidade de alguma família, atenderemos até recém-nascidos”, informa Angelina Araújo, coordenadora de Ensino Infantil da Semed.
O Cmei Elza Lira é a creche mais antiga da rede. A unidade possui 40 anos de funcionamento e realiza um trabalho reconhecido por sua excelência.
Eduardo Araújo (estagiário) – Ascom Semed

Semed garante assistência escolar a crianças com microcefalia

Grupo Ciranda do Cuidado esteve presente na reunião.
Os familiares de crianças com microcefalia nascidas em Maceió participaram, na última terça-feira (09), de uma reunião onde foram abordadas estratégias de inclusão educacional. O evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) e aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Na ocasião, estiveram presentes membros do grupo Ciranda do Cuidado, que reúne pais e responsáveis pelos bebês acometidos pela síndrome, além dos representantes das coordenações de Educação Especial, Informação e Avaliação e Educação Infantil da Semed. A discussão aconteceu em torno das formas pelas quais a secretaria garantirá a formação educacional para essas crianças, desde a matrícula à conclusão do ensino fundamental.
“No primeiro momento, está sendo feito o planejamento das metodologias que serão empregadas nas escolas, como o atendimento às mães e encaminhamento dos alunos às unidades de ensino, mas também discutimos a capacitação de professores e demais técnicos da educação”, informou a diretora de gestão educacional da Semed, Maria José Pereira.
Ela também falou sobre a importância da inclusão dessas crianças no âmbito escolar. “Esse é um direito que não pode ser negado a elas, por isso, o compromisso da Semed é garantir que recebam a assistência necessária para uma formação educacional de qualidade”.
Vale ressaltar que as crianças portadoras da síndrome congênita causada pelo zika vírus já contam com importante iniciativa na assistência à saúde e apoio psicossocial através da SMS.
Eduardo Araújo (estagiário) – Ascom Semed

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Confira locais para realização da pré-matrícula on-line

Alunos da Escola Municipal Pedro Suruagy. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
A Secretaria Municipal de Educação (Semed) vai disponibilizar 15 polos para a realização da pré-matrícula de novos alunos da Rede Municipal de Ensino. Esses lugares serão distribuídos de acordo com a necessidade da região. O processo será feito inteiramente on-line, pelo site da Prefeitura de Maceió no período de 22 a 28 de janeiro de 2018.

De acordo com o coordenador-geral de Informações e Avaliação Escolar, Roberval Ferreira, é preciso ficar atento com o prazo e os documentos necessários para a pré-matrícula. “Os responsáveis devem prestar bastante atenção com o tempo da pré-matrícula, pois não iremos prorrogar. Para fazer o cadastro, é necessário ter em mãos dados essenciais da criança, além dos nomes oficiais das três escolas de seu interesse”, informou.


A distribuição dos estudantes acontecerá observando critérios como a existência de vaga na escola pretendida, idade certa para a etapa/ano, a necessidade de o aluno precisar de atendimento educacional especializado ou já ter irmão/irmã na escola selecionada em uma das três opções.
Efetivação da matrícula
Entre os dias 03 e 09 de fevereiro, os pais ou responsáveis legais deverão acessar o site da Prefeitura para consultar a unidade escolar em que o estudante foi alocado, assim como a data e o local de efetivação da matrícula. Em seguida, devem dirigir-se à escola designada para o estudante munidos dos documentos necessários para a matrícula. O início do ano letivo será no dia 19 de fevereiro nas unidades escolares que concluíram o calendário de 2017 até 20 de janeiro de 2018.
Pontos para a pré-matrícula
Escola Municipal Maria José Carrascosa;
Escola Municipal Rui Palmeira;
Escola Municipal José Carneiro;
Escola Municipal Tradutor João Sampaio;
Escola Municipal Hermínio Cardoso;
Escola Municipal Dom Hélder;
Escola Municipal Lamenha Lins;
Escola Municipal Pompeu Sarmento;
Escola Municipal Paulo Bandeira;
Escola Municipal Pedro Suruagy;
Escola Municipal Carmelita Gama;
Escola Municipal Jaime Miranda;
Centro Municipal de Educação Infantil Heloisa de Gusmão;
Centro Municipal de Educação Infantil Hebert de Souza;
Secretaria Municipal de Educação (Semed) – Cambona. 

Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

Mais de 50 estudantes da Rede Municipal são aprovados no Ifal

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) comemora a aprovação de 52 alunos de 13 escolas da Rede Municipal no Instituto Federal de Alagoas (Ifal). Nesta quarta-feira (20), pais e alunos da Escola Kátia Assunção festejaram a vitória dos 11 estudantes selecionados. O encontro aconteceu na Faculdade de Tecnologia de Alagoas (FAT).

A programação teve início com um discurso da vice-diretora Layde Soares que agradeceu o esforço de todos que participaram da seleção. Na oportunidade os alunos aprovados receberam um diploma como lembrança pela conquista.
“De 17 alunos inscritos no processo seletivo, foram selecionados 11 estudantes. Esse resultado é bastante satisfatório, pois todos os esforços valeram. Os professores se empenharam muito para isso acontecer, fizemos aulões de Língua Portuguesa e Matemática para ajudar todos os alunos. Sempre que possível tentávamos pegar algumas questões de anos anteriores do Ifal para aplicá-las em simulados”, explicou Layde.
Gabriel Augusto ficou em 3º lugar no curso de Edificações. “Consegui essa colocação pelo meu esforço e comprometimento dos professores. Fiz de tudo para passar nesse curso e acabei ficando em uma ótima colocação”, disse.
Os demais estudantes passaram nos cursos de Edificações, Estradas, Mecânica e Química.
Relação das escolas com alunos aprovados no Ifal
Escola Municipal Kátia Assunção;
Escola Municipal Antidio Vieira;
Escola Municipal Haroldo da Costa;
Escola Municipal Jaime Miranda;
Escola Municipal João Sampaio;
Escola Municipal Arnon de Mello;
Escola Municipal Hévia Valéria;
Escola Municipal Neide França;
Escola Municipal Padre Pinho;
Escola Municipal Pio X;
Escola Municipal Pompeu Sarmento;
Escola Municipal Silvestre Péricles;
Escola Municipal Zumbi dos Palmares.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

Projovem Urbano: inscrições de professores e técnicos são prorrogadas


Interessados podem se inscrever até 18 de janeiro
A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa a prorrogação do prazo de inscrição para o Processo Seletivo Simplificado (PSS), para o preenchimento de vagas na modalidade cadastro reserva para professores, monitores e demais técnicos do ProJovem Urbano. As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de janeiro no site da Copeve, onde também é possível encontrar todas as informações sobre a seleção.

O PSS é voltado para educadores do ensino fundamental nas especialidades de educador de língua portuguesa, educador de língua inglesa, educador de matemática, educador de ciências humanas, educador de ciências naturais, educador de participação cidadã, educador de qualificação profissional – área de telemática, educador de qualificação profissional – área de administração; educador de sala de acolhimento dos filhos dos alunos; monitores de atividades práticas (monitor de atividade prática – área telemática, monitor de atividade prática – área administração) e de merendeiros.
Todos os cargos têm jornada de 30h semanais e as remunerações vão até R$ 1.500. A taxa de inscrição para participar do PSS varia entre R$ 30 e R$ 50 e a seleção será feita por análise de títulos. O resultado da seleção está previsto para 14 de março.
Eduardo Araújo (estagiário) – Ascom Semed

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Alunos da Rede Municipal são aprovados no Ifal


Através dos incentivos ofertados pela Prefeitura de Maceió por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), da aplicação de didáticas eficazes de ensino e ao empenho do corpo docente, estudantes do 9º ano da Rede Municipal de Ensino comemoram a aprovação no vestibular 2018 do Instituto Federal de Alagoas (IFAL).

Dentre os programas que auxiliaram na obtenção da aprovação dos alunos da rede, estão os conhecidos “aulões”, que reforçam o conteúdo das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Eles são ministrados aos sábados, durante todo o ano, pelos professores Allan Gomes, Natércia Lopes e Carla Navarro, nas escolas que possuem turmas do 9º ano do Ensino Fundamental. “Apesar de possuírem foco na Prova Brasil, os aulões têm se mostrado eficientes no preparo dos alunos para as provas do IFAL”, destaca a técnica pedagógica da Semed, Cheila Vasconcelos.
A Escola Municipal Jaime Miranda, situada na Santa Lúcia, teve 12 de seus alunos e alunas aprovados no exame, mais 10 que estão na suplência aguardando serem chamados. Eles passaram nos cursos de Informática, Química, Estradas, Mecânica, Eletrônica e Eletrotécnica. A estudante Luize Keyla da Silva Oliveira, da Escola Municipal Zumbi dos Palmares, vai cursar Informática no instituto. Recentemente, foi eleita a secretária mirim de Educação de Maceió. Além dela, mais uma estudante da instituição foi aprovada.
A secretária mirim vai cursar Informática no Instituto. 
Algumas outras iniciativas, como a da Escola Municipal Pompeu Sarmento, também renderam frutos. A instituição promoveu aulas extras em horários contrários aos do ensino regular, o que contribuiu para a aprovação de três alunos.
“Os professores de Língua Portuguesa e Matemática não se limitaram à carga horária estabelecida. Eles levaram aos alunos questões de anos anteriores do IFAL em forma de simulados. Essas atividades também são utilizadas para estudos de provas de concursos públicos. Os docentes focaram, durante as aulas, na interpretação de textos e no incentivo à leitura, para que os estudantes possam adquirir conhecimento não só das disciplinas, mas também da atualidade”, informa a coordenadora do Ensino Fundamental II, Maria da Apresentação.
Ascom Semed

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Prefeitura disponibiliza locais para pré-matrícula on-line


Alunos da Escola Municipal Lindolfo Collor. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
A Secretaria Municipal de Educação (Semed) irá disponibilizar 15 polos para a realização da pré-matrícula on-line para novos alunos da Rede Municipal de Ensino de Maceió. Esses locais serão distribuídos de acordo com a necessidade de cada região. O processo da pré-matrícula será feito on-line no site da Prefeitura de Maceió, no período de 22 a 28 de janeiro.

De acordo com o coordenador-geral de Informações e Avaliação Escolar da Semed, Roberval Ferreira, é preciso ficar atento ao prazo e aos documentos necessários para realizar o processo. “Os responsáveis devem prestar bastante atenção ao período da pré-matrícula, pois não será prorrogado. Para fazer o cadastro, é necessário ter em mãos dados da criança, além dos nomes oficiais de três escolas de seu interesse”, informou.
A distribuição dos estudantes acontecerá observando critérios como a existência de vaga na escola pretendida, idade certa para a etapa/ano, a necessidade de o aluno precisar de atendimento educacional especializado ou já ter irmão em uma das escolas selecionadas.
Efetivação da matrículaEntre os dias 03 e 09 de fevereiro, os pais ou responsáveis legais deverão acessar o site da Prefeitura para consultar a unidade escolar em que o estudante foi alocado, assim como a data e o local para efetivação da matrícula. Em seguida, devem dirigir-se à escola designada para o estudante munidos dos documentos necessários para a matrícula. O início do ano letivo será no dia 19 de fevereiro nas unidades escolares que concluíram o calendário de 2017 até 20 de janeiro de 2018.
Documentos necessáriosRegistro de nascimento;
Cartão de vacinação (para crianças de até 7 anos);
Comprovante de residência recente;
Cartão do programa Bolsa Família (caso seja beneficiário);
NIS (Número de Identificação Social) para crianças beneficiadas pelo Bolsa Família;
Cartão SUS;
Três fotos 3×4;
CPF do estudante;
Declaração ou histórico escolar, para matrículas a partir do 2º ano do Ensino Fundamental;
RG e CPF do responsável.
Pontos para a pré-matrículaEscola Municipal Maria José Carrascosa;
Escola Municipal Rui Palmeira;
Escola Municipal José Carneiro;
Escola Municipal Tradutor João Sampaio;
Escola Municipal Hermínio Cardoso;
Escola Municipal Dom Hélder;
Escola Municipal Lamenha Lins;
Escola Municipal Pompeu Sarmento;
Escola Municipal Paulo Bandeira;
Escola Municipal Pedro Suruagy;
Escola Municipal Carmelita Gama;
Escola Municipal Jaime Miranda;
Centro Municipal de Educação Infantil Heloisa de Gusmão;
Centro Municipal de Educação Infantil Hebert de Souza;
Secretaria Municipal de Educação (Semed).
 
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

Inscrições no Projovem Urbano seguem até fevereiro

As inscrições para alunos do Projovem Urbano, realizado pelo Ministério da Educação (MEC) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), continuam abertas. O processo segue até o dia 15 de fevereiro ou até o final da disponibilidade de vagas. Para garantir a participação, os interessados devem dirigir-se à Semed com a documentação exigida para efetivação da matrícula.

O público-alvo é composto por jovens entre 18 e 29 anos que não concluíram a educação básica. Serão disponibilizadas 600 vagas para escolas no Jacintinho, Clima Bom, Benedito Bentes, Levada e Prado. Os jovens participam de um curso com duração de 18 meses ininterruptos a fim de conseguir formação no Ensino Fundamental. Além disso, o Projovem oferece qualificação profissional inicial, participação dos jovens em ações coletivas de interesse público (participação cidadã) e inclusão digital. Para se matricular, o estudante deve ter em mãos, no ato da inscrição, cópias e originais do RG, CPF, comprovante de residência atualizado e e histórico escolar.
A coordenadora do Projovem Urbano em Maceió, Solange Gouveia, destaca a importância do projeto para a reinserção desses alunos no âmbito escolar e na vida profissional. “É um programa que abre as portas do mercado de trabalho para muitos jovens. Continuamos com o empenho, através da iniciativa de elevar a escolaridade de jovens que não conseguiram concluir o ensino fundamental no tempo regular e lhes proporcionar uma formação profissional”, disse.
ServiçoInscrições Projovem Urbano 2018;
Local: Sala de Coordenação Projovem Urbano;
Endereço: Rua General Hermes, 1199 – Cambona;
Horário: 8h às 17h;
Documentos necessários: RG, CPF, comprovante de residência e histórico escolar (originas e cópias);
Prazo de matrícula: 15 de fevereiro de 2018.
Ascom Semed

domingo, 7 de janeiro de 2018

Estudantes participam de conferência sobre meio ambiente


Alunos de escolas municipais visitam Parque Municipal 
Foto: Maurine Toussaint
A Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) mobilizou em 2017 as escolas de ensino fundamental para a V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. A conferência traz como tema “Vamos Cuidar do Brasil Cuidando das Águas”, a temática vai fazer parte da programação do Fórum Mundial das Águas, que será realizado em Brasília, entre 18 e 23 de março de 2018.

As etapas municipais já começaram. As escolas se reuniram para debater e discutir propostas e projetos de ação selecionados nessa fase. Já a etapa estadual deve acontecer até 0 dia 9 de maio de 2018. É nesta etapa estadual que será realizada a eleição de delegados e de um projeto de ação que representará Alagoas na conferência nacional.
“Esse processo da etapa municipal busca promover a reflexão e o desenvolvimento de estudos e pesquisas, além de estimular a proposição de ações e projetos no contexto da temática socioambiental, considerando seus desafios e alternativas, na escola e de seu entorno”, explica a técnica do Setor de Educação, Ambiente e Sustentabilidade da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Christiane Rodrigues.
Alunos de escolas municipais visitam Parque Municipal  
A conferência tem como principal objetivo conscientizar os estudantes sobre o respeito ao uso e preservação das águas. Eles vão conhecer o estágio de desenvolvimento das tecnologias sociais desenvolvidas para ajudar a levar água às populações em vulnerabilidade socioeconômica. O evento debate, ainda, mecanismos de melhoria da gestão das águas e ações de educação ambiental.
A Constituição Federal estabelece como competência do poder público promover a Educação Ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente. “O dever do Estado, entretanto, não exime a responsabilidade individual e coletiva”, diz o texto legal. Em referência ao direito ao meio ambiente equilibrado, o mesmo artigo constitucional afirma: “impõe-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-la e preservá-la para as presentes e futuras gerações”.
Participam das Conferências Nacionais do Meio Ambiente representantes de toda a sociedade brasileira – setor público, sociedade civil organizada e setor empresarial. O processo se inicia nas etapas municipais e regionais, que avançam para as conferências estaduais e culminam na etapa nacional, realizada em Brasília.
Mauro Fabiani / Ascom Semed

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Professora da Rede Municipal conquista prêmio nacional

A professora Avani Rodrigues, da Escola Municipal Rui Palmeira, venceu mais uma etapa do Prêmio Professores do Brasil, com o projeto “A Lagoa é Nossa: Abrace essa ideia”. Dessa vez o mérito foi na temática especial – Conservação e Uso Consciente da Água. A premiação aconteceu em São Paulo, no mês de dezembro de 2017.

Para celebrar essa conquista, a secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea, recebeu a professora Avani Rodrigues em seu gabinete. Ela parabenizou a professora pela vitória e a incentivou a participação no Fórum Mundial de Água. O evento acontece no mês de março, em Brasília, com um espaço para apresentação do trabalho premiado.
“Avani Rodrigues é uma profissional comprometida, que tem demonstrado toda sua vontade de melhorar a educação do Município. Nós testemunhamos o desempenho das crianças, o desabrochar delas: soltas, trabalhando, dançando, lendo e orgulhosas do que estão fazendo”, afirmou a secretária.
Segundo a professora, o sucesso do projeto não vai se limitar à premiação e garante que o trabalho será continuado. “Me sinto feliz por ter vencido o prêmio, eu acredito na escola pública. A Escola Municipal Rui Palmeira está fazendo a diferença. Vamos dar continuidade ao projeto, pois engloba leques de possibilidades. A questão do meio ambiente, por exemplo, diz respeito à cidadania. Meus alunos possuem grandes potenciais. Um projeto como esse não ganha só a escola, mas toda a comunidade”, ressaltou
Stephanie Ferreira (estagiária) Ascom-Semed

Prefeitura amplia acesso à educação inclusiva


Educação inclusiva na Escola Municipal Walter Pitombo Laranjeiras.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
Garantir educação de qualidade a todos os alunos da rede municipal de ensino é um compromisso da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Por isso, no ano de 2017, a rede promoveu diversas ações para melhoria da educação inclusiva. Alunos com deficiência e altas habilidades são ensinados levando em consideração as características de cada criança, além de capacitação continuada dos profissionais envolvidos nessa modalidade de ensino.

Em 2017, a rede municipal de ensino recebeu matrículas de 3.256 alunos com algum tipo de deficiência, o que corresponde a 7% do total de estudantes. Para melhor atender o número expressivo de novos alunos, foram inauguradas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) nos Centros Municipais de Ensino Infantil (Cmeis) Denisson Menezes e Luiz Abílio. As duas instituições receberam salas de recursos, viabilizados por meio de recursos próprios da Semed. Com isso, a rede de ensino passou a oferecer 66 escolas acessíveis e 78 salas de recursos em sua rede.
Educação inclusiva na Escola Municipal Walter Pitombo Laranjeiras.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
Parcerias
Além disso, em 2017, a rede proporcionou a participação dos professores e profissionais de apoio especializado em congressos nacionais, focados na discussão da síndrome de  down e do autismo.
Também firmou parceria com a Uncisal para formação de professores na creche Kyra, bem como a renovação dos convênios com as instituições Pestalozzi, Aappe, Fandown e Funcae.
Para acolher os estudantes com deficiência, quem necessita de ensino direcionado conta com atendimento educacional especializado nas unidades escolares e nas instituições conveniadas com a Semed (Pestalozzi, Funcae, Aappe e Fandown). As SRM são divididas em dois tipos e equipadas com materiais pedagógicos e de acessibilidade. Nas salas tipo 1, são oferecidos aparatos de informática, mobiliários e jogos pedagógicos adaptados. Já nas salas tipo 2 ficam os recursos para deficiências específicas, como cegueira ou surdez.
Foto: Thiago Guimarães
Os ambientes contam com atendimento individualizado, considerando as necessidades de cada aluno, que é assistido em dois horários distintos. Em um dos turnos, as crianças com deficiência frequentam turmas em salas de aula regulares, porém são acompanhadas por um profissional em formação das áreas de psicologia ou pedagogia.
“A sala de recursos é diferenciada, pois é feito um programa único para cada aluno, a fim de que eles complementem a aprendizagem que acontece na aula regular. A professora avalia a criança e vendo se precisa de complemento ou suplemento na aprendizagem, essa criança é encaminhada para acompanhamento na sala de recursos, onde são trabalhadas habilidades individuais. Se o estudante é cego, a especialista da sala de recursos vai fazer leitura de imagens em braile; se ele é surdo, faz utilizar libras”, explica a secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea.
Educação inclusiva na Escola Municipal Walter Pitombo Laranjeiras.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
A Rede Municipal de Ensino disponibiliza 400 profissionais de apoio à modalidade, que dão suporte para as crianças dentro da sala regular. Durante o turno inverso das aulas, os alunos são direcionados às salas de recursos, onde participam de atividades ministradas por profissionais especializados em psicopedagogia ou educação inclusiva.
Caso a escola mais próxima da residência do aluno não disponha da sala de recursos, o aluno é remanejado para a instituição acessível mais próxima. Para os estudantes com deficiência física ou com mobilidade reduzida, são ofertados transportes acessíveis para realizarem o translado da residência para unidade escolar.
Eduardo Araújo (Estagiário) – Ascom Semed