sexta-feira, 6 de abril de 2018

Pesquisadoras debatem Educação Infantil com professoras municipais

Mais de 400 professoras da Rede Municipal de Ensino participaram nesta sexta-feira (06) do seminário Colóquios da Educação, voltado à discussão de temas sobre a Educação Infantil. O debate aconteceu no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso e tem como objetivo informar e esclarecer diversas práticas de ensino da modalidade.
Participaram do evento professoras e pesquisadoras da PUC–Rio e da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que apresentaram seus objetos de estudo na área educacional e trocaram experiências com os profissionais da Rede Municipal de Ensino.
A secretária de Educação, Ana Dayse Dorea, iniciou o evento destacando a importância desse debate para a condução dos trabalhos na rede. Ela mencionou o reconhecimento obtido com a publicação Orientações Curriculares para a Educação Infantil e parabenizou as professoras pelo empenho na evolução dos indicadores de desempenho dos alunos.
Tendo como tema a presença de professores homens na Educação Infantil, a prof.ª Dra. Alexandra Pena discorreu, no primeiro momento, sobre seu projeto de pós-doutorado, que tem como tema a ausência de educadores do sexo masculino. A discussão central de seu projeto é de que forma essa ausência reflete na formação da identidade do profissional da Educação Infantil.
Já Leonor Toledo, profª. Drª. do departamento de Educação da PUC–Rio, falou sobre o desenvolvimento e aprendizagem das crianças, relacionando-os com os conceitos de experiência e memória na prática cotidiana das escolas. Por fim, a profª. Drª. da UFBA Mônica Samia discorreu sobre a aplicação da recém-implantada Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no contexto do ensino infantil.
De acordo com as palestrantes é fundamental que haja este espaço de diálogo, pois é através dele que se promove a formação de professores e se é estreitada a relação das universidades com a rede pública de ensino.
Eduardo Araújo (Estagiário) / Ascom Semed

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Semed e Pnud debatem experiências exitosas na Educação

Seminário de Volta às Aulas
Foto:Marco Antônio/Secom Maceió
Um dia de alegria e celebração para comemorar os resultados da educação de Maceió, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Nesta quinta-feira (05), educadores, alunos e gestores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participaram de mais um Seminário de Volta às Aulas. O evento, que está na 4ª edição, é uma promoção da Prefeitura de Maceió e foi realizado no auditório do Hotel Jatiúca.
Este ano, o seminário trouxe como tema a Política Municipal de Educação e o Processo de Universalização e Inclusão: Avanços e Desafios. O evento marca oficialmente o início do ano letivo na Rede Municipal de Ensino.
Na oportunidade, a secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea, ressaltoua alegria de Maceió ter virado referência para o Pnud. “A gente fica feliz com a melhoria na educação aqui em Maceió. Evoluímos bastante e seguimos trabalhando porque ainda tem muito a ser feito para melhorar os indicadores”, pontuou.
Ana Dayse Dorea – Secretária de Educação
Foto:Marco Antônio/Secom Maceió
Para a gestora, a parceria com a instituição da ONU tornou-se o grande ponto de apoio para a Secretaria Municipal de Educação. “Com o Pnud, nós melhoramos as diretrizes curriculares da educação de Maceió. Nós realizamos este seminário desde 2015, evento que marca o início do ano letivo. Temos aqui vários representantes da Rede Municipal, como coordenadores pedagógicos, professores e diretores e com isso nós damos início ao ano letivo de uma forma qualificada, agregando ainda mais conhecimento”, reforçou  Ana Dayse.

Durante o seminário, foram apresentados projetos exitosos desenvolvidos pela Semed em parceria com o Pnud, como o Educação de Respeito, que formou alunos leitores na Escola Nosso Lar, na região da orla lagunar de Maceió.
Seminário de Volta às Aulas
Foto:Marco Antônio/Secom Maceió
Para a coordenadora-geral do projeto Semed/Pnud, Rita Ippolito, é importante dar cada vez mais visibilidade ao processo educacional praticado na Rede Municipal de Maceió. “Nós queremos com esse seminário, mostrar que a Rede tem qualidade em todo o processo educacional praticado dentro da escola, desde o momento que a criança chega, até o momento que ela entra na sala de aula. O objetivo da parceria é promover mais cidadania para estes estudantes”, afirmou a coordenadora, acrescentando que a experiência da parceria Semed e Pnud tem sido “muito exitosa”.
A parceria
O Pnud tem desenvolvido importante trabalho com o apoio à Semed, com os gestores escolares e professores da Rede Municipal no debate e formação para a construção dos currículos de cada etapa e modalidade de ensino. O Pnud também atua na reorganização da gestão escolar com todas as ferramentas para o planejamento, avaliação e participação da comunidade escolar.
Eberth Lins e Leyvson Gomes / Secom Maceió

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Semed promove 4ª edição do Seminário de Volta às Aulas

Ana Dayse, secretária de Educação. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
 Diretores, coordenadores e professores da Rede Municipal de Educação participam, nesta quinta-feira (05), no Hotel Jatiúca, a partir das 8h, da 4ª edição do Seminário de Volta às Aulas. Este ano, o evento tem como tema Política Municipal de Educação e o Processo de Universalização e Inclusão: Avanços e Desafios.

Promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o evento tem como intuito socializar experiências pedagógicas realizadas na rede. A abertura oficial do evento contará com a presença do prefeito de Maceió, Rui Palmeira, da secretária de Educação Ana Dayse Dorea, representantes do Pnud, autoridades e parceiros institucionais.
Dando início à programação, o professor e conselheiro do Conselho Nacional de Educação (CNE), César Callegari, vai proferir a proferirá a palestra sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da Educação Infantil e do ensino fundamental. César conduziu todo o trabalho aprovado na Base Nacional Comum Curricular.
Em seguida, a programação segue com um dos momentos mais esperados: a apresentação das experiências pedagógicas, que revela os resultados das boas práticas da comunidade escolar.
O momento denominado “Aventura pedagógica da rede” será a oportunidade para gestores, professores e estudantes mostrarem um pouco do trabalho que é desenvolvido dentro da escola e que vem refletindo na melhoria dos indicadores educacionais.
A secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea, comenta e destaca a atuação dos alunos da Rede Municipal na realização do evento. “Este ano Rede inovou e trouxe várias experiências de práticas pedagógicas. O Seminário de Volta às Aulas será conduzido de forma diferente. Os nossos alunos serão os protogonistas do evento. Destaco também o trabalho de toda a equipe da Semed pelo empenho na preparação dos estudantes da rede para comandar essa cerimônia”, afirmou.
Ana Dayse Dorea ressalta ainda que o evento representa um momento de acolhida dos profissionais da Rede e que o seminário já faz parte da programação anual da abertura do ano letivo da Rede Municipal.
Para a coordenadora-geral do projeto Semed/Pnud, Rita Ippolito, o objetivo maior do encontro é apresentar projetos que possam dialogar com os conceitos e metodologias aplicáveis da Base Nacional Curricular Comum.
“Decidimos, junto com a Semed, apresentar uma série de ações estritamente ligadas ao currículo escolar para iniciar esse diálogo. Acredito que esse será o pontapé para um trabalho de implementação da Base Nacional, a partir da condição de experiência que a escola tem do próprio currículo”, avalia Rita.
O encontro é realizado tradicionalmente na Rede e marca o início das aulas nas escolas municipais. Este ano o evento traz uma grande novidade: será conduzido por estudantes do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, com idades entre 15 a 17 anos e que fazem parte do Projeto de Vida, que busca regularizar o aluno na defasagem idade/ano.
Eles participaram de oficinas coordenadas pelo Setor de comunicação da Semed. Durante o evento, os estudantes farão o cerimonial e a produção jornalística, assim como registro fotográfico, produção de pequenos textos e entrevistas.
A Rede espera receber um público de cerca de 500 pessoas, entre eprofessores, gestores, alunos, parceiros, autoridades e técnicos do órgão.
Seminário de Volta às Aulas 2018
Dia: 05 de Abril de 2018;
Local: Hotel Jatiúca, Av. Álvaro Otacílio, 5055;
Horário: 8h às 12h30;
Informações: (82) 3315-4546.
Ascom Semed

sábado, 31 de março de 2018

Professores discutem formas de tratar e lidar com casos de autismo

A rede municipal de ensino da capital tem identificado um número alto e cada vez mais crescente de casos de autismo junto aos alunos das escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Para discutir o tema, buscar orientar professores das salas de recurso das escolas municipais e discutir os diferentes níveis da condição médica, a coordenação de Educação Especial reservou esta sexta-feira (6) para reunir os profissionais no auditório Paulo Freire, na sede da Semed, na Cambona.


A coordenadora do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) infantojuvenil e do Centro Estadual de Educação Especial Vandete Castro, Mariana Assunção, proferiu palestra com o tema autismo para os profissionais da Semed e instituições conveniadas junto à secretaria. “O trabalho com o autista e o seu tratamento se baseia nas probabilidades e depende de cada caso”, explicou Mariana. “É preciso cuidado para evitar os rótulos”, acrescentou ela, diante de professores de salas de recursos da Semed e das instituições Associação dos Amigos e Pais de Pessoas Especiais (AAPPE); FamDawn; Fundação Casa do Especial (Funcae) e Sociedade Pestalozzi.
Durante a programação, a mãe de um aluno, a qual precisa da identidade preservada, fez um relato do progresso identificado no filho, atualmente com 15 anos e aluno da rede municipal de ensino desde os 6. Segundo ela, a orientação e o apoio dos profissionais em sala de aula da Semed foram essenciais para o amadurecimento do garoto.
A coordenadora da formação, Maria do Socorro Tenório, explicou que o número de casos de autismo aumentou muito na rede de ensino da capital. Apenas para se ter uma ideia, ela cita uma escola na qual há oito casos. “O que representa um grande desafio”, explica ela. “Nossa preocupação é que cada um deles precisa de uma série de cuidados, assim como a família”, acrescenta Keila Francini, também coordenadora da formação, acrescentando que o objetivo do encontro durante toda a sexta-feira é que os conhecimentos e informações passadas durante a palestra sejam aplicados em sala de aula.
O transtorno de autismo afeta o sistema nervoso. O alcance e a gravidade dos sintomas podem variar amplamente. Os sintomas mais comuns incluem dificuldade de comunicação e interações sociais, interesses obsessivos e comportamentos repetitivos, entre outros. O reconhecimento precoce, assim como as terapias comportamentais, educacionais e familiares podem reduzir os sintomas, além de oferecer um pilar de apoio ao desenvolvimento e à aprendizagem.
Delane Barros – Ascom Semed

terça-feira, 27 de março de 2018

Secretária de Educação recebe Troféu Selma Bandeira



A secretária Ana Dayse Dorea foi uma das homenageadas, na noite de segunda feira(26), com o Troféu Selma Bandeira “Mulheres Sempre Guerreiras”. A solenidade prestigiou 13 mulheres que se destacaram nos segmentos social, econômico, político e cultural da cidade de Maceió. A solenidade de abertura contou com a presença do prefeito de Maceió, Rui Palmeira, autoridades, professores, servidores e familiares das homenageadas.
O troféu é conferido às mulheres pela importância de sua participação na construção de uma  sociedade mais justa e igualitária. Criado por meio do Decreto nº 6393/2004, o Troféu Selma Bandeira homenageia as mulheres que estão em plena atividade e que desenvolvem ações relevantes nos segmentos de Pesquisa, Politica, Filantropia, Educação, Serviço Público Municipal, Empreendedorismo Empresarial, Defesa dos Direitos da Cidadania, Preservação da Cultura Popular, Artes Plásticas, Artes Cênicas, Música, Literatura e Gestão Pública.
A secretária Ana Dayse foi homenageada na categoria Gestão Pública Municipal. Em pronunciamento na solenidade, ela reafirmou ao prefeito o compromisso em trabalhar e contribuir para a gestão publica de Maceió, ” Se os nossos indicadores educacionais estão mudando, se nossas crianças estão sendo incluídas, é porque o senhor vê a Educação como prioridade”, afirmou.
Para a secretária, é motivo de muito orgulho receber o Troféu da Selma Bandeira pela mulher guerreira e contemporânea que ela foi. “Eu me sinto muito lisonjeada por ter recebido esse troféu, mas essa conquista só foi possível graças ao trabalho feito em equipe. Essa homenagem eu preciso dividir com as mulheres que fazem a Rede Municipal de Educação”, agradeceu.
Ascom Semed/ Janaina Farias

Alunos da Rede Municipal participam da Oficina Mais Comunicação


Estimular a prática de texto com a proposta de melhorar a comunicação escrita e oral. Este foi o objetivo da Oficina Mais Comunicação, que aconteceu na manhã da última segunda-feira (26), com alunos do 9º ano da Escola Jaime Miranda, que fazem parte do Projeto de Vida da Rede Municipal de Ensino. A ação foi promovida pelo setor de assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed).
A atividade é um workshop que busca desenvolver a prática de textos, por meio de gêneros jornalísticos de forma interdisciplinar e transversal, aos conteúdos abordados em sala de aula. Na ocasião, os estudantes assistiram aulas, que foram ministradas pelo estagiário Eduardo Araújo, e os técnicos da assessoria, Janaína Farias, Delane Barros e João Oliveira, que eles ensinaram noções básicas de cerimonial a prática do texto jornalístico, atividades fotográficas e audiovisuais.
Todo conhecimento adquirido nas oficinas será colocado em prática no dia do Seminário de Volta às Aulas 2018, que é uma parceira entre a Semed e o Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento (Pnud). O evento vai acontecer no dia 5 de abril, no Hotel Jatiúca.
Segundo Janaína Farias, coordenadora da assessoria de comunicação da Semed, a oficina tem a finalidade de estimular os alunos a não perderem o interesse pelo estudo. “Essa atividade foi desenvolvida por meios de atividades práticas e dinâmicas. Os estudantes tiveram a oportunidade de aprender e conhecer as técnicas de produção jornalística e demais ferramentas de comunicação, a exemplo da atividade de cerimonial e eventos”, enfatizou.
De acordo com João de Oliveira, a ação mostra a importância de planejar, supervisionar e realizar eventos. “Vamos escolher dois alunos para fazer o cerimonial no dia do seminário. Eles entenderão como é feito um grande evento e qual a forma mais adequada para apresentar uma solenidade”, explicou.
“Achei interessante, pois essas explicações servirão para futuramente me introduzir no mercado de trabalho e quem sabe, até entrar no meio jornalístico”, disse o estudante Felipe Jesus.

Stephanie Ferreira (estagiária) Ascom/Semed

sábado, 10 de março de 2018

Semed cadastra cooperativas na agricultura familiar


A Secretaria Municipal de Educação (Semed), através da Coordenação de Alimentação Escolar, realizou nesta quinta-feira (07) a primeira sessão pública para aquisição de frutas, legumes, grãos e hortaliças produzidos pela agricultura familiar. Os insumos advindos dessa parceria são destinados à merenda escolar da rede municipal de ensino.
Na ocasião, representantes de 11 cooperativas vindos de todo o estado se reuniram no auditório Paulo Freire, localizado na Semed – unidade Cambona, para entregar a documentação exigida como requisito de participação no programa. Devido a mudanças no processo de captação de novos distribuidores, o aumento na procura das cooperativas foi de mais de 100% comparado a 2017.
A grande novidade na chamada pública de 2018 foi a divisão das áreas de distribuição em quatro lotes, o que facilitará a logística das cooperativas. “Tivemos uma representação muito boa este ano, que é consequência dessa divisão e do diálogo mantido com os agricultores e representantes de cooperativas”, ressalta a coordenadora de nutrição e alimentação escolar, Anna Carla Luna.
A segunda e última sessão acontece na próxima segunda-feira (12), no mesmo local, para que os representantes resolvam pendências referentes à documentação. Com a nova chamada, estima-se que 1359 produtores cooperados prestem serviços à secretaria.
Eduardo Araújo (estagiário)/ Ascom Semed

quinta-feira, 8 de março de 2018

Pré-matrícula: divulgados prazos para escolas com calendário especial


As pré-matrículas online de novos estudantes para as escolas que estão em calendário especial acontecem entre os dias 10 e 17 de março. O processo será online, através do site da Prefeitura (maceio.al.gov.br), onde o pai ou responsável irá preencher os dados necessários. A seleção será a partir dos critérios de existência de vaga, idade para etapa/ano, alunos de educação especial, ter irmão/irmã na escola selecionada em uma das três opções.

O resultado será divulgado dia 22 de março, quando os pais ou responsáveis poderão acessar o site da Prefeitura para consultar para qual unidade escolar o aluno foi designado, além de data e local para efetivação da matrícula.

Entre os dias 22 e 28 de março, os pais ou responsáveis devem se encaminhar à escola para qual o estudante foi encaminhado com a documentação completa.

Documentação:

Registro de nascimento
Cartão de vacinação (para crianças de até 7 anos)Comprovante de residênciaCartão do Bolsa Família, caso possuaNúmero de Identificação Social (NIS), para crianças beneficiadas com o Bolsa FamíliaCartão SUSTrês fotos 3×4Documento original de comprovação de escolaridade (declaração e/ou histórico escolar), para matrículas a partir do 2º ano do ensino fundamentalCPF do estudanteRG e CPF do responsável
Ascom Semed


terça-feira, 6 de março de 2018

Rui Palmeira nomeia 68 concursados da Educação


O prefeito Rui Palmeira vai nomear 68 aprovados no concurso da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para os cargos de professor e merendeiro. As portarias serão publicadas no Diário Oficial do Município desta quarta-feira (07). A publicação traz ainda as nomeações de dois analistas para a Secretaria Municipal de Controle Interno (SMCI).
Rui Palmeira, prefeito de Maceió. Foto: Marco Antônio/ Secom Maceió
“Serão 68 nomeações para Educação, as primeiras para começar a atender a demanda em Maceió. Outras duas vagas serão preenchidas no Controle Interno. Quero desejar a todos muito sucesso e muita boa sorte”, disse Rui Palmeira.

O ato traz a nomeação de 30 professores da Educação Infantil, 30 professores do 1º ao 5º anos do Ensino Fundamental, um professor de matemática, um professor de inglês e seis auxiliares/merendeiro (a).
Os candidatos convocados devem comparecer à Secretaria Municipal de Gestão (Semge) para pegar a relação dos exames admissionais. Após esta etapa passarão pela Junta Médica do Município e, estando aptos, voltam à Secretaria para tomar posse. “Os professores têm exames diferenciados dos demais servidores”, destacou o secretário de Gestão, Reinaldo Braga.
Para o ingresso no quadro funcional da Prefeitura de Maceió é necessário levar os seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF, Comprovante de Residência, Título de Eleitor com comprovante da última votação, Carteira Profissional, Certidão de Nascimento ou Casamento, certidão dos filhos, PIS ou PASEP, carteira de reservista, uma foto 3×4 e Certidão Negativa Cível e Criminal (Federal e Estadual).
Os servidores nomeados deverão realizar os seguintes exames de hemograma, glicemia de jejum, creatina, uréia (TGO e TGP), sumário de urina, parecer oftalmológico, raio X do tórax, parecer cardiológico (incluindo ECG, como parecer), atestado de sanidade mental (parecer do psiquiatra). Os professores ainda terão que fazer exames de Vídeonasofibrolaringoscopia e Vídeo-laparoscopia (levar parecer do Otorrinolaringologista).
Secom Maceió

Confira escolas da Rede Municipal com vagas disponíveis


Quem não matriculou os filhos deve procurar escolas que dispõem de vagas
ou a Semed – unidade Farol. Foto: Ascom Semed
A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que a matrícula em escolas com vagas remanescentes já pode ser feita. Os pais e responsáveis devem procurar o prédio da Semed localizado no Farol ou ir diretamente a uma das escolas com vagas disponíveis para fazer a matrícula.
Um levantamento parcial da Comissão de Matrícula da Semed aponta disponibilidade de aproximadamente 1.000 vagas divididas entre os Cmeis e as escolas José Bandeira (Vergel), Major Bonifácio (Bebedouro), Luiz Pedro I (Tabuleiro), Eulina Alencar (Jacintinho), Audival Amélio (São Jorge), Manoel Coelho Neto (Farol), Cleto Marques Luz (Santa Amélia), Kátia Assunção (Jacintinho), Cecília Carnaúba (Antares), Cmei Graciliano Ramos (Cidade Universitária), Lindolfo Collor (Ponta Grossa), Rui Palmeira (Vergel do Lago), Maria José Carrascosa (Poço), Maria Carmelita Gama (Cidade Universitária), Octávio Brandão (Tabuleiro do Martins), Pedro Suruagy (Tabuleiro), Jorge de Lima (Santa Lúcia), Nossa Senhora da Guia (Trapiche da Barra), Paulo Freire (São Jorge), Neide França (Saúde), Edécio Lopes (Pinheiro) e Dom Antônio Brandão (Tabuleiro).
A disponibilidade de vagas nessas escolas pode ser consultada dirigindo-se à unidade em que se deseja matricular o aluno ou na Semed – unidade bairro do Farol. Os alunos que não conseguiram vaga no colégio mais próximo de sua residência serão encaminhados às unidades que dispõem de transporte escolar.
Para efetuar a matrícula, os pais devem levar à escola registro de nascimento da criança, cartão de vacinação (para alunos de até 7 anos de idade), comprovante de residência recente, cartão do programa Bolsa Família e Número de Identificação Social (NIS) caso seja beneficiário, cartão SUS, três fotos 3×4 recentes, CPF do estudante, declaração ou histórico escolar, para matrículas a partir do 2º ano do Ensino Fundamental, além de RG e CPF do responsável.
Calendário especial
As 19 unidades de ensino que se encontram em calendário especial terão abertura da pré-matrícula on line de 10 a 17 de março. O resultado dessa etapa estará disponível no dia 22 do mesmo mês, e a efetivação da matrícula deverá ser feita nos dias 22 e 23. O início das aulas nessas instituições de ensino está previsto para as primeiras semanas de abril. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3315-1935.
Eduardo Araújo (estagiário)/ Ascom Semed

sábado, 3 de março de 2018

Inscrições para o Projovem Urbano são prorrogadas


A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que as inscrições para o Projovem Urbano foram prorrogadas. Podem se inscrever no curso jovens de 18 a 29 anos que não concluíram a educação básica em algum momento de sua vida escolar.
Estão sendo ofertadas 600 vagas, distribuídas em escolas dos bairros Jacintinho, Clima Bom, Benedito Bentes, Levada e Prado. Os jovens participam de um curso com duração de 18 meses ininterruptos. Além da formação do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, o Projovem oferece qualificação profissional inicial nas áreas de administração e telemática, além de inclusão digital.
A coordenadora do Projovem Urbano em Maceió, Solange Gouveia, destaca a importância do projeto para a reinserção desses alunos no âmbito escolar e no mercado de trabalho. “O nosso trabalho abre as portas do mercado para muitos jovens. Continuamos com o empenho, através do programa, de elevar a escolaridade de pessoas que não conseguiram concluir o ensino fundamental no tempo regular, além de proporcioná-los uma formação técnica”, afirmou.
Inscrições
Os candidatos interessados em concorrer a uma das vagas devem se dirigir, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h, até a sala de coordenação do Projovem Urbano, localizada na Secretaria Municipal de Educação (Semed). Para efetivar a matrícula, é necessário apresentar cópias e originais da Carteira de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de residência atual e histórico escolar.
Mais informações sobre inscrições no programa podem ser obtidas pelo telefone (82) 3315-4555
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Educação de Jovens e Adultos inicia matrícula de novos alunos

52 unidades de ensino atendem a modalidade. Foto: Ascom Semed
A Secretaria Municipal de Educação (Semed) inicia as matrículas para o programa de Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai), que oferece a possibilidade para que jovens e adultos concluam o ensino fundamental.

Para se matricular, os interessados devem ter acima de 15 anos e não ter concluído o ensino fundamental. A matrícula pode ser feita em qualquer uma das escolas da rede municipal que ofereça essa modalidade de ensino durante todo o ano.
Quem pretende estudar na Ejai deve apresentar documentos básicos como carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. O curso é gratuito e as aulas são ministradas no período noturno, o que permite conciliar trabalho e estudo.
Caso o estudante nunca tenha frequentado uma sala de aula, a equipe pedagógica da escola escolhida fará uma avaliação para saber em qual segmento de aprendizagem o aluno se encaixa. A Semed trabalha com dois segmentos na modalidade de ensino Ejai: o primeiro deles é destinado para alunos dos anos iniciais (1º ao 5º ano) e o segundo para alunos dos anos finais (6º ao 9º ano).
As Escolas Gastone Lúcia de Carvalho Beltrão, na Cidade Universitária, Natalina Costa Cavalcante e Suzel Dantas, no Tabuleiro, Edécio Lopes, no Pinheiro, Neide França, no bairro Saúde, Maria José Carrascosa, no Poço e Selma Bandeira e Petrônio Viana, na região do Benedito Bentes, terão o número de vagas ampliadas em 2018.
Ao todo, 52 escolas da rede municipal oferecem a Ejai. Para saber se a escola mais próxima de sua residência oferece a modalidade ou quaisquer outras informações, basta entrar em contato com a Coordenadoria Geral de Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai) pelo telefone (82) 3326 – 9611.
Eduardo Araújo (estagiário)/Ascom Semed

Aulas dinâmicas estimulam alunos da Ejai e fortalecem aprendizado

Oficina de confecção de máscaras de carnaval. Foto: Arquivo Pessoal
Os alunos da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai) matriculados na Rede Municipal de Ensino participaram, no ano letivo de 2017, de diversas aulas diferenciadas dentro e fora da sala de aula. O intuito dessas iniciativas é levar aos estudantes novas experiências, tomando como base o conteúdo das disciplinas abordadas em sala de aula.
Alunos participam de debates. Foto: Arquivo Pessoal

O planejamento das atividades especiais é montado com a participação dos alunos. Seminários, oficinas e passeios estão entre as atividades desenvolvidas pelo corpo docente, que leva em consideração o que os estudantes desejam aprender.
A Escola Municipal Nosso Lar, localizada na Levada, é um exemplo de aplicação dessa metodologia. Durante o ano passado, os alunos da unidade de ensino conheceram o Teatro Deodoro, participaram da oficina de confecção de máscaras, ajudaram na organização das festas de São João e Halloween, na confraternização de fim de ano e assistiram a palestras sobre participação comunitária e sexualidade.
Estudantes visitam Teatro Deodoro. Foto: Arquivo Pessoal
As quatro turmas da escola pertencentes à modalidade participaram das aulas especiais, o que de acordo com a coordenadora do Ejai da Escola Nosso Lar, Teresa Cristina, proporcionou excelentes resultados. “Eles sentam, conversam entre si e trocam ideias durante as atividades. É gratificante ver o interesse e o engajamento deles”, disse.
O Ejai é uma modalidade de ensino que proporciona a pessoas que não tiveram oportunidade de estudar, durante a fase escolar, a oportunidade de compensar o tempo perdido e aprender a ler, escrever e concluir o Ensino Fundamental.
Eduardo Araújo estagiário)/ Ascom Semed

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Inscrições para o Projovem Urbano são prorrogadas

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informa que as inscrições para o Projovem Urbano foram prorrogadas até o dia 28 de fevereiro. Podem se inscrever no curso jovens de 18 a 29 anos que não concluíram a educação básica em algum momento de sua vida escolar.
Estão sendo ofertadas 600 vagas, distribuídas entre escolas dos bairros Jacintinho, Clima Bom, Benedito Bentes, Levada e Prado. Os jovens participam de um curso com duração de 18 meses ininterruptos. Além da formação do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, o Projovem oferece qualificação profissional inicial nas áreas de administração e telemática, além de inclusão digital.

A coordenadora do Projovem Urbano em Maceió, Solange Gouveia, destaca a importância do projeto para a reinserção desses alunos no âmbito escolar e no mercado de trabalho. “O nosso trabalho abre as portas do mercado para muitos jovens. Continuamos com o empenho, através do programa, de elevar a escolaridade de pessoas que não conseguiram concluir o ensino fundamental no tempo regular, além de proporcioná-los uma formação técnica”, afirmou.

Inscrições


Os candidatos interessados em concorrer a uma das vagas devem se dirigir, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h, até a sala de coordenação do Projovem Urbano, localizada na Secretaria Municipal de Educação (Semed), ou nas Escolas Municipais Selma Bandeira e Paulo Bandeira, ambas no Benedito Bentes. Para efetivar a matrícula, é necessário apresentar cópias e originais da Carteira de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de residência atual e histórico escolar.
Mais informações sobre as inscrições no programa podem ser obtidas pelo telefone (82) 3315-4555.


segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Alunos do Projovem se destacam no mercado de trabalho


Alunos da Escola Municipal Pedro Suruagy. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
O ano letivo de 2018 na Rede Municipal de Ensino tem início no 19 de fevereiro, quando 36% das escolas retomarão as atividades. Dia 5 de março, mais 39% das escolas começam as aulas, com 8% das unidades retornando em abril. Por conta de paralisações e greves, 19% das escolas estarão em calendário especial.

Com o intuito de normalizar o calendário, as unidades escolares vão usar o sábado como dia letivo com atividades e projetos educacionais para cumprir os 200 dias e 800 horas de aula como determina a legislação.

Com a utilização do sábado como dia letivo, as escolas que retomam as atividades em fevereiro e março finalizam as atividades pedagógicas com os alunos na segunda quinzena de dezembro. Com isso, o calendário letivo coincidirá com o civil, fato almejado pelos professores.

A coordenadora geral de Normas e Legislação da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Adélia Bonfim, ressalta que encerrar o calendário letivo em dezembro é um desejo antigo dos professores. “Concluindo em dezembro os professores poderão tirar férias em janeiro e conciliar a vida pessoal com a profissional”, disse.

Ascom Semed

Alunos do Projovem se destacam no mercado de trabalho

Uma oportunidade pode mudar a vida de qualquer pessoa. O Projovem Urbano, programa do Ministério da Educação (MEC) viabilizado em Maceió pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), é uma iniciativa que tem mudado a vida de jovens que, antes de entrarem no programa, não possuíam nenhuma meta de vida.
O programa atende alunos entre 18 e 29 anos, oferecendo-lhes a conclusão do Ensino Fundamental e qualificação técnica nas áreas de administração e telemática. Porém, o que o Projovem proporciona aos estudantes vai além do conhecimento adquirido em sala de aula.
 Para a engenheira Kellyane Carvalho, o Projovem foi o pontapé inicial
para que sua vida tomasse outro rumo.
Kellyane Carvalho ingressou no Projovem Urbano aos 22 anos, na turma de 2010. Atualmente com 29, ela conta que abandonou os estudos ainda na adolescência por que se sentia desestimulada. Quando soube do programa por uma amiga, viu ali uma chance de mudar sua história. “Percebi que para ter mais qualidade de vida precisava adquirir conhecimento e uma formação. Por isso, voltei a estudar”, contou.
Ela diz que as aulas a que assistiu e o incentivo de professores do programa aumentaram sua vontade de vencer. “Quando terminei o curso, eu já queria mais. Aquilo era apenas o Ensino Fundamental”, pensava. Na época, ela já era casada, mas tinha em mente que deveria investir ainda mais na sua formação. Ela fez o Ensino Médio por meio de outro programa na cidade de Satuba. Mesmo estando grávida e com dificuldades de locomoção de sua casa para a escola em que fazia o curso, não deixou de correr atrás.
A ex-aluna atualmente é uma das engenheiras responsáveis pela reforma do Edifício Brêda, uma das edificações mais conhecidas do Centro de Maceió. Para ela, o Projovem foi o pontapé inicial para que sua vida tomasse outro rumo.
“Eu não parei de estudar desde que ingressei no Projovem. Assim que concluí o Ensino Médio, mesmo com uma filha pequena, comecei a cursar Engenharia Civil. Não tinha condições de pagar o curso, mas consegui um financiamento e dei continuidade aos meus estudos. Hoje só tenho a agradecer pela base que o curso me deu”, disse Kellyane Carvalho.
Nadja Freire atribui ao Projovem conquista da autonomia
financeira e profissional. Foto: Arquivo pessoal
A empresária Nadja Freire é outro exemplo de superação. Aos 12 anos, ela teve que largar os estudos e trabalhar como empregada doméstica. Quando começou a estudar no Projovem, já era mãe e estava chegando aos 30 anos de idade. Seu desejo de estudar era grande, mas vários fatores a impediam de voltar à sala de aula. Cuidar da casa, do filho e, além disso, trabalhar.
Mas ela foi persistente e conseguiu concluir os ensinos fundamental e médio. Ela conta que deixava o filho, na época com 9 anos, em casa e pedia para a vizinha “dar uma olhada” nele de vez em quando. “Se não entrasse no curso naquela época, dificilmente conseguiria em outro momento. Foi difícil, mas não me arrependo. Terminar os estudos era um sonho antigo”, revela.
Food Truck de Nadja Freire fica no bairro do Prado.
Foto: Arquivo Pessoal
Hoje em dia, Nadja é dona do próprio negócio, que proporciona a ela e a seu filho melhores condições de vida. Ela está no ramo alimentício há 4 anos e conta que cursar o Projovem tem grande participação na sua realização profissional. “Posso dizer que o programa foi um divisor de águas na minha vida. Ele me deu oportunidade de qualificação e de mais chances no mercado de trabalho, que é muito competitivo”, explica.
Além de Nadja e Kellyane, o Projovem Urbano formou mais de 7.500 alunos com idades entre 18 e 29 anos desde sua implantação em Maceió, em 2006, e tem ajudado a elevar a escolaridade de pessoas que, por alguma razão, abandonaram os estudos e desejam reingressar à escola.
Eduardo Araújo (estagiário) – Ascom Semed

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Escolas participam de treinamento para Olimpíadas MindLab

Alunos da Rede Municipal de Ensino se preparam para participar de mais uma edição das Olimpíadas de Raciocínio Avançado da MindLab. Foram selecionados 24 estudantes de cinco escolas municipais para o treinamento on-line, que será realizado de 20 de fevereiro a 20 de março.


O primeiro dia de treinamento vai acontecer com ajuda dos profissionais da MindLab, que vão às unidades escolares para fazer o cadastro das crianças na plataforma. Em seguida, as crianças vão conhecer o sistema de funcionamento dos jogos de raciocínio lógico e tirar todas as dúvidas, para que nos próximos dias os professores assumam a responsabilidade de treiná-los.
A seletiva on-line vai acontecer entre os dias 20 de março e 05 de abril. Os estudantes vão competir com participantes de todo o País via internet. Os vencedores irão para a etapa nacional, que acontecerá em maio, em São Paulo.
A coordenadora local do Programa MenteInovadora, Fabiana Coelho, ressaltou os resultados positivos que os jogos oferecem aos estudantes. “Eles desenvolvem habilidades como rapidez, domínio de regras e respondem a jogos bem complexos”, disse.
Atualmente, o projeto MenteInovadora é aplicado em 42 escolas da rede e beneficia mais de 15 mil alunos.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Escola municipal leva projeto ao Forúm Mundial da Água

A professora Avanir Rodrigues, da Escola Municipal Rui Palmeira, vai apresentar o projeto “A Lagoa é Nossa: Abrace essa ideia” no Fórum Mundial da Água, em março, na cidade de Brasília. Avanir foi a vencedora do Prêmio Professores do Brasil, na temática especial – Conservação e Uso Consciente da Água.
Avanir conta que não precisou pesquisar muito. “A partir da vivência dos próprios alunos, que moram no entorno da Lagoa Mundaú. Inclusive, alguns chegam a faltar as aulas para ajudar os pais a pescar o sururu. Obtive informações suficientes para dar corpo ao projeto, pois alguns pais participaram falando da sua experiência, da poluição da Lagoa e sobre a falta de sururu”, disse. Dentro da temática Água também foi abordado o Trabalho Infantil e a Economia Secular.

Trabalhando com alunos de até 14 anos, a professora afirmou que receber este prêmio foi emocionante. “Estou muito feliz. Vamos dar continuidade ao projeto, pois ele engloba leques de possibilidades. A questão do meio ambiente, por exemplo, diz respeito à cidadania. Meus alunos possuem grandes potenciais. Um projeto como esse não ganha só a escola, mas toda a comunidade”, afirmou.

Mauro Fabiani/ Ascom Semed


quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Educação realiza chamada pública para agricultura familiar

Em atendimento a uma determinação do Ministério da Educação (MEC), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) adotou o procedimento de compra de alimentos orgânicos diretamente de agricultores familiares. O objetivo é atingir uma oferta correspondente a, no mínimo, 30% da merenda composta por alimentos entregues por produtores agrícolas diretamente às escolas.
Para isso, a Semed lançará ainda esta semana, o primeiro edital de 2018 referente ao chamamento público da agricultura familiar. De acordo com a coordenadora do Departamento de Alimentação e Nutrição Escolar (Cane) da Semed, Anna Carla Luna, uma das novidades deste ano será o aumento do número de itens que devem ser fornecidos pelos produtores rurais, de 36 para 45 itens.
Os produtos são divididos por grupos alimentares, classificados como hortifruti, produtos agroindustriais, como leite de coco, por exemplo, lácteos e polpas de frutas, sendo esse último mais uma novidade lançada para esse ano. “Com isso, a Semed oferece uma diversidade maior de produtos para a alimentação dos alunos”, disse Anna Carla.
Além disso, como os fornecedores serão responsáveis pela entrega dos alimentos, as escolas serão divididas por áreas. Cada interessado já saberá para qual área irá oferecer seus produtos, dentro de sua área de trabalho. As propostas para fornecimento devem ser entregues em envelopes lacrados, já a partir desta sexta-feira (09), quando o edital deverá ser publicado no Diário Oficial do Município (DOM), até o dia 28 de fevereiro, no setor de Suprimentos da Semed, no bairro da Cambona.
Ascom Semed

Escola Municipal Silvestre Péricles debate case Empreendedor

Difundindo a cultura empreendedora e estimulando o talento dos estudantes, a Escola Municipal Silvestre Péricles, localizada no bairro do Pontal vai debater nesta quinta-feira (8), a partir das 19h, o case Empreendedor. A iniciativa faz parte do Projeto Pontal Empreende e a mesa redonda vai contar a história de empreendedores de sucesso do bairro do Pontal.

O coordenador do projeto, professor Dílson Costa, disse que a ideia é entrevistar os empreendedores do Pontal e promover palestra, mesa redonda e oficinas para estudantes e comunidade despertando a cultura empreendedora na escola.
“O Projeto será apresentado para os alunos do noturno para fechar 2017 e abrir 2018 com toda energia e entusiasmo”afirma o professor. Ele conta que recentemente a escola recebeu a visita do ex-aluno da escola, Júlio César, campeão alagoano e brasileiro de surf, que mora atualmente na Califórnia.
“A Escola Silvestre Péricles é referência para a comunidade do Pontal e para seus ex-alunos. Nesta quinta-feira vamos ouvir a história de três empreendedores do Pontal que vão contar a sua história, lutas, desafios e sonhos. Nesta oportunidade, entregaremos uma placa de reconhecimento para cada empreendedor”, reforça o professor. “O projeto terá continuidade com outras ações no ano de 2018”, acrescenta.
Participam da mesa redonda Adriana Gomes, do ramo de comércio de filé; Renata Amorim, empresária, e Felipe Valoz, empresário e ex-aluno.
São parceiros da escola na promoção do projeto a Rede Global Empreendedorismo (RGE), o Sebrae, Estácio, Júnior Achievement e o Conselho de Jovens Empreendedores de Alagoas (CJE/AL)
João de Oliveira Filho/Ascom Semed

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Semed divulga resultado da pré-matrícula online

Já está disponível para consulta o resultado da Pré-Matrícula online da Rede Municipal de Educação. Para saber o resultado, o pai ou responsável deve digitar o CPF como login e senha neste endereço: https://sislameal.caedufjf.net/
Após acessar a plataforma, o usuário deve selecionar a opção Pré-matrícula e entrar no sistema. Na tela a seguir, aparecerá a opção Chamada Pública. Neste botão, abrirá a opção de Consulta de Resultado. Ao clicar, os pais ou responsáveis poderão verificar o resultado da pré-matrícula.
A partir desta quarta-feira (07), os pais ou responsáveis dos alunos alocados já devem se dirigir à unidade de ensino em que seu filho irá estudar para efetivar a matrícula. A efetivação da matrícula ocorrerá de 07 a 09 de fevereiro e nos dias 15 e 16, após o Carnaval.
Mas atenção, para efetivar a matrícula será preciso ter em mãos todos os documentos necessários como:
Registro de nascimento;
Cartão de vacinação (para crianças até 7 anos de idade);
Comprovante de residência recente;
Cartão do programa Bolsa Família (caso seja beneficiário);
NIS (Número de Identificação Social) para crianças beneficiadas pelo Bolsa Família;
Cartão SUS;
Três fotos 3×4;
CPF do estudante;
Declaração ou histórico escolar, para matrículas a partir do 2º ano do Ensino Fundamental;
RG e CPF do responsável.
O coordenador de Matrícula da rede, Roberval Ferreira, informou que a partir do dia 19 deste mês os pais que não tiveram a pré-matrícula confirmada no sistema nas opções selecionadas inicialmente, devem procurar outras unidades de ensino da rede para verificar a existência de vaga.
Ascom Semed/Janaína Farias

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Escola Rui Palmeira promove festa de formatura de alunos

Na noite dessa segunda-feira (5), a Escola Municipal Rui Palmeira, localizada no bairro do Vergel, viveu um dos momentos mais emocionantes protagonizados por seus alunos. Meninos e meninas dos 5ºs anos do Ensino Fundamental e do Programa Acelera celebraram sua formatura, numa festa idealizada pela equipe da escola. A quadra da escola ficou pequena para tanta gente. Pais, professores, alunos e funcionários compareceram à formatura de mais de cento e oitenta alunos, num total de sete turmas daquela unidade de ensino.

O evento festivo contou com a presença da assessora especial da secretaria municipal de Educação (Semed), Sônia Moraes, representando a instituição, representantes do Programa Ayrton Senna, parceiros da escola, pais dos alunos e membros da comunidade escolar.
“A ideia foi para culminar o ano do cinquentenário da escola com a festa de formatura dos nossos alunos”, destacou a diretora da escola, Maria Aparecida Paciência Torres. Ela disse que a festa que teve como tema os Anos 60 e explicou.
“Este evento representa para a escola um momento muito esperado por todos nós, professores e alunos. É um evento que vem coroar todo o nosso trabalho, dentro do cinquentenário desta escola. Nada mais justo do que chegar ao final do ano e promover nossa festa comemorativa à altura do que nossos alunos e suas famílias merecem”, reforçou Maria Aparecida.
A diretora fez questão de destacar o apoio dos pais que participaram e se envolveram no clima das músicas típicas dos anos 60 e “A festa foi pensada para toda comunidade escolar. Foi um momento extraordinário ver nossos alunos, os pais e toda nossa comunidade feliz”, concluiu a diretora Maria aparecida.
A Escola Municipal Rui Palmeira, uma das mais antigas da Rede Municipal de Ensino, celebrou seu jubileu no ano passado, ao completar 50 anos de atividade. A festa de formatura fecha sua programação comemorativa.
João de Oliveira Filho – Ascom / Semed

Rui Palmeira vistoria construção de Cmei no Eustáquio Gomes

A parte alta da cidade de Maceió vai passar a contar, até o final deste ano, com mais um Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei). O prefeito Rui Palmeira vistoriou, na manhã desta terça-feira (06), as obras da unidade educacional no Conjunto Santa Maria, localizado no bairro do Eustáquio Gomes.
Prefeito Rui Palmeira vistoria obras de construção do Cmei do Conjunto Santa Maria.
Foto:Marco Antônio/SECOM Maceió
Este é o maior Cmei construído a partir dos recursos do ProInfância, programa do Ministério da Educação (MEC). Os demais Centros são dos tipos B e C, que têm capacidade para receber de 120 a 240 crianças. A unidade do Conjunto Santa Maria terá capacidade para 400 crianças.
Rui Palmeira prefeito de Maceió .
Foto:Marco Antônio/SECOM Maceió
“A região do Eustáquio Gomes é carente desse tipo de serviço e a obra já está 70% concluída. O Cmei vai atender aos moradores do Conjunto Santa Maria e adjacências. Aqui estão sendo utilizados recursos federais do programa ProInfancia e esperamos que esse recurso também seja liberado para mais sete Centros, inclusive, já solicitamos e temos cobrado esse recurso em Brasília ”, ressaltou o prefeito Rui Palmeira.
Prefeito Rui Palmeira vistoria obras de construção do Cmei do Conjunto Santa Maria.
Foto:Marco Antônio/SECOM Maceió
Nos últimos anos, o número de vagas ofertadas na Educação Infantil aumentou em decorrência da inauguração de mais Centros Educacionais pela Prefeitura de Maceió. Desde 2013, foram criados mais 10 Cmeis, a maioria funcionando em tempo integral, com turmas de alunos 0 a 3 e de 4 a 5 anos. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o trabalho resultou no atendimento de mais 1.650 crianças.
Prefeito Rui Palmeira vistoria obras de construção do Cmei do Conjunto Santa Maria.
Foto:Marco Antônio/SECOM Maceió
“Esse é mais um Cmei que a gestão Rui Palmeira vai entregar à comunidade. A previsão é que até o final do ano a obra seja concluída, com muita qualidade na infraestrutura. Além disso, já temos um concurso realizado, o que garante os profissionais da Educação para o funcionalismo da unidade”, complementou a secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea.

Camila Barbosa e Leyvson Gomes (estagiários)/ Secom Maceió