quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Comissões eleitorais de escolas participam de formação


Os representantes das comissões eleitorais das escolas que terão eleição para diretor das escolas municipais da Rede Municipal de Educação participaram de uma formação na manhã desta quinta-feira (21), no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A atividade é uma iniciativa da Comissão Eleitoral Central (CEC) e objetiva esclarecer dúvidas, informar sobre o passo a passo do processo eleitoral e capacitar os membros das escolas a conduzir o pleito, marcado para o dia 30 de novembro, em 24 unidades de ensino.
De acordo com o presidente da CEC, Antônio Benedito de Barros Filho, a formação se baseia nas informações que constam no regulamento do pleito, definido pela Comissão Eleitoral. “Esse é mais um momento de aprendizado, porque estamos tirando todas as dúvidas, esclarecendo pontos que tenham questionamentos e apresentamos o calendário do pleito”, afirmou.
Ainda de acordo com Barros, durante a formação também houve a apresentação de todo o calendário definido pela CEC, a exemplo do período para o registro de candidaturas, o prazo para a campanha e a forma como deve ser conduzida a campanha eleitoral.
A segunda-secretária da Comissão Eleitoral Central, Rosilene Alves, destacou que a votação é feita de forma paritária, ou seja, os votos são contados individualmente, sem diferença de peso entre as categorias habilitadas a participar do pleito. Ainda conforme Rosilene, poderão votar os pais de alunos ou responsáveis, professores, funcionários administrativos e os alunos com mais de 16 anos de idade, matriculados até 27 de outubro de 2017 e que estejam incluídos no Sistema para Administração e Controle Escolar (Sislame).
O regulamento que rege o pleito define o período de 16 a 27 de outubro para construção da lista de votantes, o dia 31 de outubro para entrega dessa lista, inscrição de candidatos e recebimento do projeto de gestão pela Comissão Eleitoral Central nos dias 10 e 11 de novembro e período oficial de campanha entre os dias 1º e 24 de novembro. A eleição acontece no dia 30 de novembro, durante todo o dia e a apuração acontece em seguida. A nomeação dos diretores e vice-diretores eleitos para o mandato de três anos está prevista para o dia 15 de dezembro.
Delane Barros/ Ascom Semed

Prefeito Rui Palmeira visita Cmei em Riacho Doce


O prefeito Rui Palmeira visitou, nesta quinta-feira (21), o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Benevides Epaminondas da Silva, localizado em Riacho Doce, no Litoral Norte. Recentemente, a unidade de ensino recebeu melhorias em toda estrutura, para o conforto de estudantes e servidores. A secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea e o vice-prefeito Marcelo Palmeira também estiveram na ocasião.
Rui Palmeira visita o Cmei Benevides Epaminondas da Silva, no Riacho Doce.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
Os reparos no Centro foram realizados com recursos próprios do Município e custaram R$ 128,9 mil. A reforma contemplou pintura, retelhamento, reconstrução da parte elétrica e hidráulica, revisão de esquadrias, revisão da coberta e revestimento de cerâmica em salas e na cozinha.
Rui Palmeira visita o Cmei Benevides Epaminondas da Silva, no Riacho Doce.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
“No Litoral Norte existe uma carência desse tipo de centro, por isso temos projetos para a criação de mais um Cmei em Ipioca, mas enquanto isso não acontece, estamos reformando os que já existem. Nós conseguimos, nesses quase cinco anos, chegar ao número de 100 escolas com reformas, de um total de 136 escolas na Rede Municipal de Ensino”, lembrou Rui Palmeira.
Rui Palmeira visita o Cmei Benevides Epaminondas da Silva, no Riacho Doce.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
O Cmei do Riacho Doce atende 120 crianças de 2 a 5 anos, possui oito turmas e quatro delas funcionam em tempo integral.
Rui Palmeira visita o Cmei Benevides Epaminondas da Silva, no Riacho Doce.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
O vice-prefeito Marcelo Palmeira ressaltou a importância do trabalho para as crianças e funcionários do Centro.  “As melhorias são importantes e as crianças agradecem. Essa é a primeira reforma do local, que desde 2007 não recebia nenhuma melhoria estrutural”, evidenciou.
Todo o espaço do Cmei foi ampliado e colorido, dando vida aos locais de educação e lazer. Hoje o prédio conta com novas salas de repouso, para mais de 60 crianças que permanecem no local em tempo integral.
Rui Palmeira visita o Cmei Benevides Epaminondas da Silva, no Riacho Doce.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
“As antigas creches, agora denominadas Centro Municipal de Educação Infantil, oferecem um serviço para crianças que vão além da idade da creche, recebendo crianças a partir de 6 meses até os 5 anos de idade”, disse a secretária Ana Dayse Dorea.
A diretora do Centro, Joselma Mesquita, também comemorou as melhorias estruturais. “A reforma deu um olhar colorido ao Cmei, retratando a beleza da infância com a nova pintura. Ganhamos também uma nova área de lazer, que é o tanque de areia para as crianças, além do refeitório que não tínhamos”, destacou a educadora.

Camila Barbosa (estagiária) e Cayo Borges/ Secom Maceió

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Semana de Trânsito: crianças participam de ação educativa


Crianças da Escola Municipal Radialista Edécio Lopes
participam de ação educativa na Semana Nacional do Trânsito
Alunos da Escola Municipal Radialista Edécio Lopes, do bairro do Pinheiro, visitaram a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) nesta quarta-feira (20). Durante a visita, que fez parte da programação da Semana Nacional do Trânsito, as crianças participaram de ação educativa com vídeos sobre trânsito e dinâmicas, além de apresentar o funcionamento dos setores do órgão.

“É muito gratificante quando a gente faz essa ação com as crianças que puderam conhecer mais de perto a contribuição da SMTT para a sociedade. Tivemos a oportunidade de entender como é o funcionamento do sistema de monitoramento viário e a necessidade da parceria pedestre, ciclista e motorista em busca de uma constante boa convivência no trânsito”, destaca a professora Ana Patrícia.
Crianças conheceram uma das viaturas de fiscalização de trânsito da SMTT
Os alunos também receberam orientações acerca dos cuidados que devem ter como pedestres e futuros condutores. Eles conheceram uma viatura utilizada pela SMTT para a fiscalização diária do trânsito, além da importância sobre o uso do cinto de segurança nos veículos.
“As crianças ficaram muito atentas à explicação sobre o funcionamento de uma viatura e o trabalho de fiscalização nas ruas. No monitoramento viram as câmeras e não sabiam que a Prefeitura tinha esse controle. Certamente esse conhecimento servirá para alertá-las sobre a importância de um trânsito seguro”, explicou o agente de fiscalização Bruno Costa.
Sala de videomonitoramento despertou curiosidade das crianças
Nesta quinta-feira
 A Semana Nacional de Trânsito da SMTT segue nesta quinta-feira (21) com uma ação no Terminal Integrado do Benedito Bentes. Educadores de trânsito da SMTT, em parceria com as empresas de transporte e com o Sest/Senat, levarão o Circuito Saúde ao local para trabalhar com motoristas e agentes de bordo que trabalham nas linhas que operam no Benedito Bentes, levando também orientações sobre o trânsito aos profissionais.
Ascom SMTT

Crianças são orientadas para transitar com segurança nas ruas

Cerca de 50 alunos da Escola Municipal Edécio Lopes visitaram, nesta quarta-feira (20), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). A visita faz parte da programação do projeto Guarda Faz Escola, que em função da Semana Nacional do Trânsito orienta as crianças sobre a importância da educação no trânsito.

A visita contou com um tour pela superintendência. Na sede da SMTT, as crianças puderam observar cada área da sede, carros utilizados em operação e o monitoramento da cidade.
O projeto é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em conjunto com a Guarda Municipal e a SMTT, para promover entre os alunos conhecimentos e cuidados diante do trânsito e a melhor forma de se posicionar como pedestres.
A diretora de Educação e Mobilidade Urbana, Juliana Normandi, informou que, sempre quando acontece a Semana Nacional de Trânsito, a Guarda Municipal e a Semed proporcionam aos alunos visitas monitorada à SMTT. “Esse evento faz com que sempre os jovens vejam a necessidade de tomar os devidos cuidados com relação ao trânsito”, disse ela.
Na sexta-feira, 22, mais 120 alunos do Centro Pedagógico Menino Jesus, visitarão a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito, para receber as mesmas informações e participar de dinâmicas.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

Prefeito Rui Palmeira visita Cmei em Riacho Doce nesta quinta


O prefeito Rui Palmeira e a secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea, visitam nesta quinta-feira (21), às 09 horas, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Benevides Epaminondas da Silva, localizado em Riacho Doce, que recebeu melhorias em sua estrutura.
As obras de reparo custaram R$ 128,9 mil. O Cmei atende 120 crianças de 2 a 5 anos, possui oito turmas e quatro delas funcionam em tempo integral.
Os reparos contemplaram pintura, retelhamento, reconstrução da parte elétrica e hidráulica, revisão de esquadrias, revisão coberta e revestimento de cerâmica em salas e na cozinha.
A unidade também recebeu novos espaços como o refeitório e a mudança da cozinha e despensa. Para atender melhor as necessidades das crianças, a cozinha mudou de local sendo construído um novo espaço totalmente adequado às condições exigidas pelo setor de nutrição escolar. Também foram construídos uma despensa e uma varanda no local da nova cozinha para evitar o calor que pode estragar os alimentos.
Visita
Local: Rua Boa Vista, nº 1585, Riacho Doce;
Ponto de Referência: O Cmei está localizado depois da pracinha de Riacho Doce.
Janaina Farias/ Ascom Semed

Mais Educação: Semed prepara 6ª edição do Soletrando


A Coordenação de Programas Suplementares da Secretaria Municipal de Educação (Semed) reuniu gestores e articuladores escolares, nessa terça-feira (19), para planejar a realização do 6º Soletrando. A formação foi realizada no auditório Paulo Freire, na Semed, e este ano tem como temática principal os folguedos alagoanos, intitulado 200 anos de Alagoas.
O Soletrando da Rede Municipal de Ensino já está em sua sexta edição e baseia-se na mesma dinâmica do modelo nacional do programa de televisão que reconhece os aspectos gramatical e de uso das palavras, assim como suas definições e aplicações nas frases. Nesta edição participam do Soletrando 2.500 alunos de 3º e 5º ano de 29 escolas da Rede. Todos osa alunos participantes receberão medalha e os primeiros lugares ganharão prêmios.
De acordo com a coordenadora de Programas Suplementares, Edileuza Maciel, o intuito do soletrando é fazer com que as crianças consigam desenvolver o gosto pela leitura e entender a importância dos livros. “Irão acontecer visitas escolares, para poder ajudar ainda mais o entendimento com relação aos folguedos, passando para os alunos os mesmos assuntos que foram dito nesta manhã”, detalhou.
A coordenadora explica que além da palestra que ocorreu nessa terça-feira, os técnicos irão percorrer as escolas participantes para interagir com os estudantes e integrá-los ao tema e suas curiosidades.
O encontrou contou com uma palestra da professora de Arte e Cultura, Socorro Monteiro, sobre os folguedos e folclore alagoano. “O nosso folclore tem um diferencial, ele consegue ser desenvolvido através de histórias contadas pelas pessoas e vai passando de pai para filho de maneira hereditária.  É o que diferencia de outras culturas, que só conseguem ser transmitidas através de meios de comunicações”, explicou a palestrante.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Escola Rui Palmeira festeja 50 anos com programação especial


Escola Rui Palmeira. Foto: Marco Antônio/ Secom Maceió
A direção da Escola Municipal Rui Palmeira, uma das mais antigas da Rede Municipal de Ensino, elaborou uma programação especial para lembrar o jubileu de ouro da unidade. Ao completar 50 anos de atividade, a comunidade escolar participa de um projeto que objetiva desenvolver o resgate histórico da escola com ênfase no olhar dos alunos. A grande festa que celebra os 50 anos será realizada no dia 28 de setembro, na própria escola.

De acordo com a direção da unidade, as atividades vão levar o alunado a refletir sobre as mudanças que se deram com o passar do tempo, tanto na estrutura física quanto nas modalidades de ensino.
Para a realização do projeto, os alunos estão sendo estimulados à produção textual, de tabelas, gráficos e linha do tempo para situar a participação da Rui Palmeira no ensino, sua importância no processo educacional e a construção da cidadania. “Nós começamos a programação comemorativa com um evento sobre saúde bucal, com a participação de diversos profissionais de Saúde e da Educação. Também teremos apresentações culturais e teatrais e gincanas de conhecimentos para agregar a participação de toda a comunidade da escola”, informou a diretora da unidade, Maria Aparecida Paciência Torres.
Ainda como parte da programação especial, no próximo dia 25 serão realizadas oficinas temáticas, intituladas “Acolhimento à vida, aborto não” e “Bebês contanto histórias na barriga da mãe”. No dia seguinte, será a vez das gincanas artística e cultural. No dia 28, acontece a solenidade oficial que marca o aniversário de 50 anos da Escola Rui Palmeira, na própria unidade, com a participação de representantes do poder público e ex-alunos, a exemplo do cantor Eliezer Setton. “Com certeza, será um momento de grande emoção para todos os que fazemos a comunidade, tanto da escola em si, quanto do seu entorno”, disse Maria Aparecida.
O encerramento da programação está marcado para o dia 29 próximo, quando acontecerá a caminhada pelas ruas do bairro do Vergel do Lago, onde funciona a ilustre aniversariante, com o tema “Vida sim, aborto, não”.
A Escola Municipal Rui Palmeira está localizada na Avenida Monte Castelo e atende alunos do 1º ao 5º ano. Até a década de 1990 e por vários anos, a escola chegou a ser considerada a maior da Rede de Ensino da capital em número de alunos. A história da escola está intimamente ligada à capital alagoana. Ela foi inaugurada no dia em que se comemora a Padroeira da cidade, Nossa Senhora dos Prazeres, em 27 de agosto.
Delane Barros/ Ascom Semed

Em reunião, senador discute construção de novas escolas e CMEIs


A secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea, recebeu em seu gabinete, nessa segunda-feira, o senador Benedito de Lira (PP). A reunião contou com a participação técnicos do órgão e teve como pauta principal a apresentação de projetos de construção de novas creches e escolas.
Para a secretária, ter o apoio do senador alagoano neste momento em que a rede está em constante crescimento é fundamental, por que possibilita a expectativa de mais investimentos na Educação.
“Temos projetos de construção de creches e escolas, além de centros de educação integral. Há várias regiões em Maceió que têm a necessidade de ter um centro de tempo integral, a exemplo a região da Villa Olímpica, onde já entregamos uma creche e temos terreno ao lado que podemos construir uma nova escola.  Temos esses espaços e estamos em busca de parceria”, disse a secretária.
Na oportunidade, a secretária explicou como vem sendo feito todo o trabalho da Semed em parceria com o Pnud e com o Unicef, dois organismos internacionais que buscam melhorias nos índices de Educação. Ana Dayse explicou ainda que a construção dos centros de educação integral se faz necessário para ajudar a diminuir os índices de violência e de vulnerabilidade social em que vivem muitas crianças no município.
O senador ouviu com atenção e disse que é importante identificar terrenos ociosos para construção de equipamentos que cumpram a função social. “Tenho dito que precisamos verificar os espaços sem utilidade para fazer algo em função do coletivo”, disse. Benedito de Lira garantiu levar as propostas para Brasília e tentar garantir o recurso das obras para realizar mais investimentos na educação do município.
Ascom Semed/ Janaina Farias

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Projeto Primavera de Museus leva cultura a estudantes

A abertura da 11ª Primavera de Museus teve início nesta segunda-feira (18), na Secretaria Municipal de Educação (Semed) com ilustrações, músicas e contos. O Projeto, promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) em parceria com o Município, segue até 22 de setembro com diversas atividades culturais.

Segundo a museóloga e professora de Artes, Célia Paiva, o encontro tem como objetivo mostrar os pontos culturais de Maceió, aprimorando ainda mais o conhecimento na área de Museologia. “Temos planos de conseguir plantar na mente e no coração de cada criança a curiosidade de visitar pontos culturais da cidade, tentar fazer com que elas possam enxergar os museus como sala de aula e levar diversas experiências para seus familiares”, disse.
Alunos da Escola Municipal José Carneiro prestigiaram a abertura. O projeto visa atender um total 13 escolas da rede e mais de 600 alunos, incluindo a Educação de Jovens, Adultos e Idosos (Ejai). Durante a semana participarão da programação duas turmas de cada escola por turno. Os estudantes farão visitas monitoradas no Teatro Deodoro, Pinacoteca da Ufal e Museu Theo Brandão, além de atividades em escolas com a exibição de vídeo e palestras.
“Eles conseguem abordar temas que as crianças adoram, colocando músicas e histórias que são contadas por familiares, fazendo com que eles saiam do encontro com vontade de visitar lugares culturais”, informou a coordenadora da Escola José Carneiro, Sandra dos Santos.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

Programa Cidadania e Justiça na Escola lança concurso de redação



Aconteceu, na manhã desta segunda (18), o lançamento do concurso de redação do Programa Cidadania e Justiça na Escola. O evento foi realizado na Escola Superior de Magistratura do Estado de Alagoas (Esmal) e contou com a participação da equipe diretiva e professores das cinco escolas municipais e cinco escolas estaduais que fazem parte do programa.
O encontro teve o objetivo de socializar o edital do concurso de redação, que já está em sua quarta edição e este ano tem como tema “Mediação de Conflitos e Cultura de Paz”. Todos os alunos do 9° ano das Escolas Municipais Padre Pinho, Antídio Vieira, Kátia Pimentel Assunção, Haroldo da Costa e João Sampaio podem participar da seleção.
“Entre os dias 25 e 30 de setembro os alunos devem escrever suas redações que serão avaliadas por uma comissão formada na própria escola. A comissão escolherá as três melhores redações, que já serão premiadas com um kit escolar, para serem avaliadas por outra comissão formada na Esmal. Nessa última avaliação, será escolhida a melhor redação da Rede Municipal de Ensino e outra da Rede Estadual, cujos alunos receberão uma premiação surpresa”, ressaltou a pedagoga responsável pelo Programa na Secretaria Municipal de Educação, Luzia Rodrigues.
O concurso de redação é uma forma de estimular os estudantes a refletir sobre questões inerentes à cidadania, valorizando a expressão de suas ideias e valores, como destaca Virgínia Ferreira, coordenadora de Programas e Projetos Educacionais da Semed. “O Programa Cidadania e Justiça na Escola é o causador de muitas mudanças positivas nas nossas escolas. E esse concurso é o resultado de um trabalho feito durante todo o ano e com muitas parcerias. As temáticas trabalhadas com os alunos em rodas de conversa servirão de apoio para a elaboração da redação, mas também para a vida pessoal deles”, ressaltou.
Programa Cidadania e Justiça na Escola
Fruto de parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Esmal, o Programa Cidadania e Justiça na Escola tem como objetivo conscientizar professores, técnicos das escolas, alunos, pais e responsáveis sobre seus direitos e deveres básicos, bem como aproximar o Poder Judiciário da vida do cidadão. Em 2017, a Mediação de Conflitos para uma Cultura de Paz é a principal temática abordada no Programa.
Amanda Bezerra (estagiária) / Ascom Semed

sábado, 16 de setembro de 2017

Alunos da Jaime Miranda levam cultura para o desfile de 200 anos de Alagoas



Cerca de 50 alunos da Escola Municipal Jaime Miranda desfilaram nesse sábado(16), em Jaraguá, em comemoração à Emancipação Política de Alagoas.
O desfile deste ano abordou o tema: “Alagoas tem de histórias “. Em homenagem ao Bicentenário do estado, a escola levou um pouco das atividades culturais desenvolvidas como projeto pedagógico, a exemplo do coco de roda e o pastoril.
Em função da comemoração dos 200 anos do estado, a escola, em parceria com o Instituto Federal de Alagoas (Ifal), deu início ao projeto “O quê que Alagoas tem”, que tem o objetivo de despertar nos alunos da rede interesses relacionados à história, culinária, religiosidade e riquezas naturais do Estado, por meio de diversas atividades pedagógicas que permitem o conhecimento da cultura alagoana.
Para a diretora da escola é uma grande satisfação participar do desfile e mostrar ao mesmo tempo a população como a escola trabalha a cultura de Alagoas. ” Hoje Estamos aqui mostrando um pouco da nossa cultura e do que ensinamos na escola. Todos os alunos que estão aqui passaram por várias etapas do projeto como desenvolvimento de pesquisas, visitas a pontos turísticos, oficina de artes e produção de texto, tudo voltado para a produção do conhecimento”.
Pela primeira vez desfilando no Jaraguá, o aluno Adrian Tauã, do 8° ano, se emocionou ao sentir desfrutar de um momento tão importante para o estado. ” O sentimento é de orgulho. Nosso estado e uma cultura muita rica. Através do projeto eu passei a ter conhecimento real das riquezas do nosso estado”, Afirma.
Ascom Semed- Janaina Farias

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Marcelo Palmeira participa do lançamento do livro Alagoas 200 Anos


Lançamento do livro Alagoas 200 anos. Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió
O prefeito de Maceió em exercício, Marcelo Palmeira, participou, na manhã desta sexta-feira (15), do café da manhã de lançamento do livro em comemoração aos 200 anos da Emancipação Política de Alagoas. A iniciativa da Organização Arnon de Mello (OAM) contou com o apoio da Prefeitura de Maceió. A solenidade aconteceu no restaurante do supermercado Palato, no bairro do Farol.

“A OAM está de parabéns. Todos os envolvidos realizaram um belíssimo trabalho, e a Prefeitura de Maceió é parceira desse projeto, que vem resgatar nossa história política, cultural e de belezas naturais, tudo isso bem contado e mostrado no livro”, disse Marcelo Palmeira.
Prefeito de Maceió em exercício, Marcelo Palmeira, no lançamento do livro Alagoas 200 anos.
Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió
O diretor-executivo da OAM, Luiz Amorim, explicou como ocorreu a construção do livro. “Nós procuramos grandes doutores de diversas áreas que possuem um conhecimento vastíssimo sobre o nosso Estado e que conseguiram condensar, em uma única obra, toda essa informação, que se tornou o Alagoas 200 Anos”.
Diretor-executivo da OAM, Luiz Amorim, no lançamento do livro Alagoas 200 Anos.
Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió
O secretário Municipal de Comunicação, Clayton Santos, relembrou a parceria entre a Prefeitura de Maceió e a OAM. “Uma bela homenagem que a Organização faz, assim como aconteceu nos 200 Anos de Maceió, quando publicou um relato histórico da cidade. Agora também o faz nos 200 Anos de Alagoas. A obra que tem o apoio da Prefeitura e com certeza, servirá de referência para estudos e pesquisas, pois nos traz uma reflexão sobre o passado e o momento atual do nosso Estado”, destacou.
Secretário Municipal de Comunicação, Clayton Santos, no lançamento do livro Alagoas 200 Anos.
Foto: Max Monteiro/Secom Maceió
A titular da Secretaria Municipal de Educação, Ana Dayse Dórea, explicou que hoje é um momento de comemoração. “Nós, enquanto Prefeitura de Maceió, capital de Alagoas, estamos muito felizes com o lançamento desse livro, que conta a nossa história. Em breve, entrarei em contato com a OAM para poder levar esse livro às escolas, para nossas bibliotecas, para que nossas crianças conheçam um pouco mais da história do nosso Estado”.
Secretária Municipal de Educação, Ana Dayse Dorea, no lançamento do livro Alagoas 200 anos.
Foto: Max Monteiro/ Secom Maceió
Cayo Borges e Flávia Farias/ Secom Maceió

Oficina propõe resgate da infância e combate ao trabalho infantil


Cerca de 60% dos jovens entre 14 e 17 anos trabalham de forma ilegal no Brasil. Esse dado foi apresentado na Oficina de Capacitação da Rede de Proteção à Infância no Município de Maceió, realizada nesta sexta-feira (15) pelo Ministério Público do Trabalho, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed).
Representantes da Rede de Proteção à Infância de Maceió 
participam de oficina de capacitação. Fotos: Ascom Semed
Assistentes sociais, diretores e coordenadores das escolas da Rede participaram da oficina que, entre outros objetivos, apresentou o Projeto Resgate a Infância. O gerente nacional do projeto, Antônio Oliveira Lima, explicou no que consiste o trabalho. “O projeto está divido em três eixos: Aprendizagem, Políticas Públicas e Educação. Este último é o que trabalhamos hoje e consiste num conjunto de ações de conscientização e sensibilização da comunidade escolar sobre os direitos da criança e do adolescente, com foco na prevenção e erradicação do trabalho infantil”, relatou o procurador.
Representantes da Rede de Proteção à Infância de Maceió 
participam de oficina de capacitação. Fotos: Ascom Semed
Maceió é a primeira capital a ter o projeto implantado e todas as 138 escolas da Rede estarão envolvidas. “É uma verdadeira mobilização para que nossos professores e gestores escolares consigam identificar os casos de trabalho infantil nas escolas e as formas de denunciar esses casos junto ao Ministério Público do Trabalho. Além disso, desenvolvam trabalhos de conscientização com os alunos e seus responsáveis, na busca da erradicação do trabalho infantil”, ressaltou a diretora de Gestão Educacional da Semed, Maria José Pereira.
Representantes da Rede de Proteção à Infância de Maceió
participam de oficina de capacitação. Fotos: Ascom Semed
Amanda Bezerra (estagiária) / Ascom Semed

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Marcelo Palmeira vistoria construção do Cmei Santa Maria


Nesta quinta-feira (14), o prefeito em exercício Marcelo Palmeira vistoriou as obras de construção do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) do Conjunto Santa Maria, no bairro Cidade Universitária. A estrutura da unidade segue o projeto arquitetônico padrão do Ministério da Educação. Os recursos são do Governo Federal, por meio do Programa Pró-Infância, com contrapartida da Prefeitura de Maceió.

Marcelo Palmeira vistoria as obras do Cmei no Conjunto Santa Maria.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
“É mais uma unidade em construção na parte alta da cidade, um importante equipamento para suprir a carência da região e possibilitar que pais e mães possam trabalhar deixando seus filhos em um local onde as crianças sejam bem cuidadas”, pontuou o prefeito em exercício, acrescentando que a região tem sido contemplada com outras obras e ações, a exemplo da reforma da Escola Corinto Campelo e da requalificação da iluminação com recursos próprios da Prefeitura.
Obras do Cmei Santa Maria. Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
A titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Ana Dayse Dorea, destacou que a Prefeitura já tem outras 10 creches licitadas para construção na parte alta da cidade.  “São mais 10 e todas com contrapartida do Município. E essa aplicação dos recursos próprios representa o compromisso da gestão Rui Palmeira com a população e, sobretudo, com as crianças”, disse.

Marcelo Palmeira vistoria as obras do Cmei no Conjunto Santa Maria.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
“A gestão Rui Palmeira praticamente construiu uma nova Rede Municipal de Ensino, com construção de 10 novas creches e a requalificação de 12 escolas, sendo 10 já reformadas e entregues. Nós também ampliamos em mais de cinco mil a quantidade de vagas disponibilizadas pela Semed, além dos constantes investimentos na formação de professores para melhorar a qualidade de ensino e aprendizado ofertados as nossas crianças”, acrescentou.

Elaine da Silva Santos é moradora do Conjunto Santa Maria e fez questão de acompanhar os gestores da Prefeitura durante a vistoria. “Essa creche é a realização de um sonho. Estamos assistindo aqui a concretização do desejo de muitas mães e pais, já é possível ver que a estrutura será muito boa, talvez uma das maiores de Maceió”, comemorou.
O vereador Chico Filho acompanhou Marcelo durante a vistoria.
Na oportunidade, o prefeito em exercício também visitou a Associação dos Moradores do Conjunto Santa Maria.
Secom Maceió

Semed segue com atividades do Programa Escola 10


Como ação do Programa Escola 10, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) promove mensalmente encontros de orientação com os articuladores escolares. Nesta quinta-feira (14), mais um encontro foi realizado, na sede do órgão, sob orientação da articuladora Cheila Vasconcelos.
As reuniões têm como objetivo tirar dúvidas, socializar as atividades desenvolvidas nas escolas e fazer análise geral do andamento do Programa que busca, a partir de diversas ações, a melhoria dos números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).
Cheila ressaltou as metas que as escolas devem cumprir até o final do Escola 10. “Assegurar o envolvimento dos profissionais na busca de soluções e estratégias de ensino, assegurar o envolvimento de toda comunidade escolar, desenvolver e implementar ações pedagógicas com ênfase na leitura, escrita, interpretação textual e resolução de problemas matemáticos e a valorização da nossa cultura popular com suas influências na construção do conhecimento dos estudantes são os objetivos das escolas para o Programa”, explicou a articuladora.
Os articuladores funcionam como uma ponte entre a Semed e as escolas, como frisou a articuladora da Escola Municipal Doutor José Carneiro, Joseli Lopes. “Somos responsáveis por levar à escola tudo o que é discutido nas formações e envolver toda a comunidade escolar, desde professores até o pessoal de apoio, na busca da melhoria da educação. Esse trabalho será comprovado a partir dos resultados da Prova Brasil e do Ideb, mas nosso objetivo vai além disso, queremos que nossos alunos aprendam não só pra realizar a prova, mas sim pra vida”, declarou Joseli.
O Programa
Uma iniciativa do Governo de Alagoas, o Programa Escola 10 está mobilizando Estado e Municípios na busca por melhorias na qualidade de ensino da rede pública, um investimento que totaliza R$ 30 milhões.
Amanda Bezerra (estagiária)/ Ascom Semed

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Semed define data para eleições de diretores nas escolas municipais


A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Comissão Eleitoral Central (CEC), já definiu a data para realização das Eleições de Diretores e Vice-Diretores das escolas municipais de Maceió. O regulamento do processo foi publicado nesta quarta-feira 06, no Diário oficial do município e prevê o dia 30 de novembro de 2017 para realização do pleito eleitoral.
Segundo o presidente da Comissão, Antônio Benedito de Barros Filho, as eleições representam o momento democrática das escolas. “É neste momento que a comunidade escolar (pais, alunos, funcionários e professores) são chamados para participar da definição dos rumos administrativos e pedagógicos das escolas da rede”, disse Antônio Benedito.
Sobre o calendário eleitoral, Benedito explicou que a Comissão Eleitoral Central está na fase de constituição das Comissões Eleitorais Escolares. “Estamos com reunião agendada para a quinta-feira 21, com as Comissões Escolares para os esclarecimentos do pleito”. Quanto aos prazos, o presidente disse que o regulamento definiu o período de 16 a 27 de outubro para construção da lista de votantes, o dia 31 de outubro para entrega da lista de votantes, inscrição de candidatos e recebimento do projeto de gestão pela Comissão Eleitoral Central nos dias 10 e 11 de novembro e que o período oficial de campanha vai do dia 01 a 24 de novembro. O presidente da Comissão confirmou que eleição acontece no dia 30 de novembro com a respectiva apuração e publicação dos resultados. Ainda segundo o presidente, a nomeação dos diretores e vice-diretores eleitos está prevista para o dia 15 de dezembro.
Conforme o regulamento, participam da eleição todos os alunos matriculados até 27 de outubro de 2017 em curso na unidade escolar da rede municipal de ensino, que estejam incluídos no Sistema para Administração e Controle Escolar (Sislame) a partir de dezesseis anos, excluindo-se os evadidos e os desistentes. Todos os integrantes da carreira do magistério em efetivo exercício na unidade escolar, exceto os contratados. Todos os integrantes do corpo de funcionários em efetivo exercício na unidade escolar, pai, mãe ou o responsável pela matrícula dos alunos devidamente matriculados na unidade escolar, cadastrados pela Comissão Eleitoral Escolar.
Conforme Lei 6.482 de 22 de outubro de 2015, o mandato das chapas concorrentes à função de Diretor e Vice-Diretor será de 03 (três) anos, permitindo-se uma única reeleição.
João de Oliveira Filho – Ascom/Semed

Semana Neuro em Ação: como se comportar no trânsito e no mar


Começar o dia com várias palestras e orientações sobre como se comportar no trânsito e no mar foi o que aconteceu nessa terça-feira, 12, com os alunos da Escola Municipal Silvestre Péricles. O projeto intitulado Neuro em Ação é promovido pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), com a parceria da Prefeitura Municipal de Maceió.
A palestra de Neuro em Ação tem como propósito reduzir traumas físicos ocasionados por mergulhos em águas rasas, uso de celular na direção e má postura, que podem atingir todas as idades, principalmente os mais jovens. “Estamos passando em escolas públicas e particulares de todo os Brasil, para tentar prevenir os traumas de crânio e os traumas da coluna vertebral”, disse a doutora Jeane Ricardo, representante da SBN em Alagoas e uma das coordenadoras do evento.
Na oportunidade, as turmas dos 9º anos e o grupo de sufistas do colégio receberam uma atenção especial. “O objetivo é tentar informar os jovens e os pais sobre os riscos de usar o celular enquanto dirige, que são gigantescos. A orientação se deve ao fato de ter sido comprovado que o uso do celular no trânsito é seis vezes maior do que uma pessoa embriagada”, afirmou Jeane.
O projeto contou com a ajuda de voluntários que estudam na área de medicina. Camila Alécia, estudante e voluntária, disse que essas palestras vêm mudando muito o comportamento dos alunos. “Percebo que eles ficam muito chocados com os números de acidentes, tanto no trânsito, quanto no mar, com isso eles acabam prestando bem mais atenção nos devidos cuidados que devem serem tomados, para logo em seguida passar as informações aos familiares e amigos”.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

Semed promove seminário “Diversidade, 200 anos em Alagoas”


A Secretaria Municipal de Educação (Semed) investe, nos últimos anos, na valorização e promoção das culturas afro-brasileira e indígena, no âmbito das escolas municipais. Para fortalecer essa iniciativa, o órgão irá realizar no próximo dia 21, no auditório da Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal), o Seminário da Diversidade, intitulado “Diversidade, 200 anos em Alagoas”. O evento é organizado pelo Centro de Atenção Integrada à Criança e ao Adolescente (Caica), órgão que integra a Secretaria.
De acordo com a coordenadora do Caica, Ticyane Melo Bentes, o evento objetiva promover e fomentar uma discussão pertinente à temática da diversidade a partir da inclusão da História e da Cultura afro-brasileira e indígena. “Trata-se, na verdade, de inserir essa temática no espaço escolar de forma interdisciplinar, conforme estabelece a legislação federal”, declarou.
Para que o tema seja melhor inserido nas escolas, como atividade interdisciplinar, Ticyane ressalta que é necessário promover a formação de professores, coordenadores pedagógicos, gestores em geral e assistentes sociais. “Também estaremos discutindo formas de ações preventivas de enfrentamento ao abuso e exploração sexual, seguindo os preceitos estabelecidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente”, acrescentou.
O Seminário da Diversidade será realizado no próximo dia 21, no auditório da Esmal, na rua Cônego Machado, no bairro do Farol, das 8h às 12h, e contará com palestras da professora Lígia Ferreira, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), professor Jorge Vieira, do Centro Universitário Cesmac, e do assistente social Ewerton Rodrigues. Também estão previstos debates e apresentações artísticas.
Delane Barros/ Ascom Semed

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Coordenadores participam de formação para planejamento em sala de aula


Observar o funcionamento da prática dos professores em sala de aula foi o foco da Formação de Coordenadores, que aconteceu nessa quarta-feira (06), no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O encontro foi norteado pela  base nacional curricular e teve como objetivo fazer com que os dirigentes das escolas, do 1º ao 5º ano, entendam melhor o funcionamento da prática dos professores em sala de aula.
A formação acontece a cada mês, no auditório da Semed, e também é feito uma visita às escolas, com o intuito de desenvolver atividades com os alunos, levando discussões de como os coordenadores podem ser formadores dos professores nas escolas.
Uma das formadoras dos coordenadores pedagógicos, Regina Buarque, destacou da importância da atividade.“Vamos fazer um paralelo entre a base curricular e as escolas para que no próximo encontro eles tragam a versão das escolas de como o trabalho foi desenvolvido com os professores”, disse.
“Essa formação renova todos. Consigo alcançar o auge do meu planejamento pedagógico, o aprendizado é tão grande que faço questão de passar tudo bem detalhado para os professores”, afirmou a coordenadora da Escola Selma Bandeira, Alessandra de Almeida.
Stephanie Ferreira (estagiária)/ Ascom Semed

Prorrogadas inscrições para alfabetizador da Rede Municipal


A Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) prorrogou para os dias 11 e 12 de setembro as inscrições para bolsistas voluntários que desejam atuar no Programa Brasil Alfabetizado (PBA) na função de alfabetizador.
De acordo com o edital de abertura 002/2017, publicado em no Diário Oficial do Município (DOM), são 56 vagas. Todos os contratados deverão atuar de segunda a quinta-feira, em jornadas de 10 horas semanais, sendo duas horas e meia de aula por dia, com remunerações que variam entre R$ 400 e R$ 750 por mês, de acordo com o tipo de bolsa. O contrato tem validade de oito meses, a mesma duração do Programa.
É necessário que os candidatos possuam certificado de nível médio ou superior. Essa comprovação e toda a documentação exigida no edital deverão ser entregues na Coordenadoria Geral de Educação de Jovens, Adultos e Idosos (CGEJAI) e Coordenação do PBA da Semed, na Avenida Fernandes Lima, nº 204-236, no Farol. O horário de atendimento é das 9h às 12h e das 14h às 17h.
O coordenador da CGEJAI, Rubens Lima, destaca a importância de ler a regulamentação do PBA, disponível no portal do Ministério da Educação (Mec) antes de realizar a inscrição. “Por ser a fundamentação legal do programa, é muito importante que o candidato tenha ciência do que está disposto na regulamentação antes de realizar sua inscrição”, disse.
A classificação dos candidatos será realizada por meio da análise e pontuação da documentação apresentada no ato da inscrição. Experiência em alfabetização de jovens e adultos, participação em cursos de formação em Ejai, outros cursos de formação no campo da educação popular ou movimentos sociais e atuação como professor da Rede são os critérios levados em consideração na análise curricular, cujo resultado tem a previsão de ser divulgado dia 22 de setembro. Para mais informações o candidato pode entrar em contato com a CGEJAI pelo telefone 3326-9611.
Amanda Bezerra (estagiária)/ Ascom Semed

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Semed realiza o III Encontro de Fortalecimento dos Gestores

Educadores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participaram do III Encontro de Fortalecimento dos Gestores, nesta quarta-feira (6), no auditório da Faculdade de Tecnologia de Alagoas (FAT), no Barro Duro.
O Encontro é uma proposta que já vinha sendo desenvolvida desde o ano passado, mas antes vinha sendo trabalhada nas regionais. E esse ano, por ser a Mediação de Conflitos, um tema extremamente relevante e por ser uma parceria com a professora Moacyra Rocha, foi feito em forma de palestras, mas ele faz parte da formação continuada para Gestores.
“A gente quer na verdade contribuir com o conhecimento para que o gestor possa desenvolver melhor o seu papel e que ele tenha condições de está enfrentando as situações inerentes ao dia a dia da escola”, disse Marta Palmeira, coordenadora-geral de Gerenciamento e Organização Escolar da Semed.
A Mediação de Conflitos foi sugerida pelos próprio gestores e é um tema recorrente nas escolas. Esse é um dos assuntos que a professora Moacyra Rocha aborda no Projeto Cidadania e Justiça nas Escolas da Escola Superior de Magistratura de Alagoas (Esmal).
Mauro Fabiani/ Ascom Semed

Marcelo Palmeira participa do lançamento da Bienal do Livro


Marcelo Palmeira participa do lançamento da 8º Bienal do Livro.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
O prefeito em exercício Marcelo Palmeira participou, na manhã desta quarta-feira (6), do café da manhã de lançamento da programação da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas. A Prefeitura de Maceió é parceira da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) na realização do evento.
Sobre a Bienal, Palmeira ressaltou a importância do apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), na realização da 8ª edição do evento em Alagoas.
Da esquerda para a direita: superintendente do Sebrae-AL, Marcos Vieira,
presidente da Fmac, Vinícius Palmeira, reitora da Ufal, Valéria Correia,
prefeito em exercício, Marcelo Palmeira, e o secretário municipal de Comunicação, Clayton Santos.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
“A Bienal é uma agenda consolidada na cidade de Maceió e vem crescendo a cada ano em todo o estado. A Prefeitura sempre apoia esse tipo de iniciativa e quando há estímulos para a produção cultural o grande público é garantido”, comemora o prefeito em exercício.
A secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dórea, reitera que a parceria com a Ufal é muito importante e trará benefícios para a cidade. Durante toda a programação, 54 escolas da rede municipal visitarão a Bienal. Serão mais de 6.800 alunos participando de todos os nove dias de evento.
Ana Dayse Dórea, secretária municipal de Educação.
Foto: Pei Fon/ Secom Maceió
“A Semed participa da programação com um espaço para discussões e trocas de experiências, que é a nossa biblioteca móvel Estação Saber. Além da visitação, este ano, mais uma vez, teremos o incentivo municipal do Vale Livro, que dá aos alunos a oportunidade de levar alguns exemplares da feira para casa”, explica a secretária.
Estudantes da rede pública terão acesso a alguns títulos de forma gratuita por meio do Vale Livro e a reitora da Universidade Federal de Alagoas, Valéria Correia, celebra essa iniciativa democrática, que é um direito do cidadão.
“Diante da crise financeira presente em todas as instituições públicas, a união com o executivo municipal foi decisiva para a realização de um evento tão importante para a disseminação da cultura local”, frisou a reitora.
A Bienal Internacional do Livro de Alagoas é a única, em todo o Brasil, promovida por uma universidade pública. Com debates acadêmicos, culturais e literários, neste ano, o evento terá ênfase na conjuntura política e social nacional, além dos 200 anos da emancipação política de Alagoas.
“Esse é um evento tradicional e já esperado no calendário acadêmico dos estudantes alagoanos. Estamos apresentado hoje a nossa programação que está repleta de palestras, atividades, oficinas e seminários que ocorrem paralelamente ao evento Bienal, que é a feira de livros”, informa Osvaldo Maciel, diretor da Editora Universidade Federal de Alagoas (Edufal).
A abertura do evento acontece no dia 29 de setembro, a partir das 18h, no Centro Cultural e de Exposição Ruth Cardoso. A programação oficial tem início no dia 30 de setembro e vai até 8 de outubro, das 10h às 22h.
Camila Barbosa (estagiária) e Cayo Borges/ Secom Maceió