terça-feira, 31 de maio de 2011

Semed lança 10ª edição do Concurso de Quadrilhas Matutas

A Coordenação de Arte e Cultura da Secretaria Municipal de Educação – Semed organizou mais um Concurso de Quadrilhas Matutas. Entre os dias 6 e 9 de junho, as 17 horas no espaço recreativo I do Sesc Poço, com o tema “Forrozando com a Educação”. 30 escolas da rede vão participar dessa que será a 10ª edição do concurso.

O coordenador de Arte e Cultura, Vittor Rodrigues informou que para marcar esse momento especial e propagar a cultura nordestina, foi programado um elenco de atrações além da atuação das quadrilhas formadas por alunos da rede, haverá apresentações de coco de roda, dança da fita, dança da peneira, entre outras danças típicas do período.

O projeto tem compromisso pedagógico com o resgate das tradições juninas, é iniciado na sala de aula e culmina com o desenvolvimento de atividades artísticas, estimulando a integração e a participação social dos estudantes da rede municipal de ensino.

Para Maria Clara Lopes, diretora geral de ensino da Semed, a educação apresenta sua face popular quando se encontra para festejar o São João. “Nossas escolas apresentam-se com vibração, amor e participação nessa ação cultural que possibilita momentos onde o passado se encontra com o presente”, enfatizou Maria Clara.

Das escolas participantes, 21 inscreveram suas quadrilhas matutas e os vencedores receberão troféus e medalhas. A escola vencedora do concurso no ano passado foi a Valter Pitombo Laranjeira.

Palestra debate Ensino religioso como área de conhecimento no contexto escolar

Foto: Adriana Cirqueira




O Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre a Diversidade Étnico Racial (Neder) da Semed realizou uma palestra, no auditório Paulo Freire, na Semed, que teve com a temática: Ensino religioso - área de conhecimento no contexto escolar, contou com a especialista em ensino religioso e escritora Maria Inês Carniato, discutiu a importância do ensino religioso como forma de conhecimento nas escolas municipais

De acordo com a palestrante, que é bacharel em teologia pastoral pela Pontifícia Faculdade de Teologia em São Paulo, a discussão ajuda a fazer uma reflexão do ensino religioso como área de conhecimento sem fazer o proselitismo na escola. “A ideia é incentivar a discussão religiosa sob o prisma da construção de uma sociedade pluralista com base no reconhecimento e no respeito às diferenças de crenças e de culto”, afirma Maria Inês.

A palestrante falou ainda da importância de proporcionar conhecimento sobre o fenômeno religioso como componente da cultura e da sociedade, sob a ótica dos parâmetros curriculares nacionais do ensino religioso. Entre eles, o artigo 33, da Lei de Diretrizes e Bases da educação (LDB) e o parágrafo 1º do artigo 210 da Constituição Federal que fala do ensino religioso como disciplina em horários normais das escolas públicas de ensino fundamental.

Segundo a coordenadora do Neder, Rosário de Fátima o objetivo do encontro foi discutir o ensino religioso como forma de conhecimento visando possibilitar aos professores a possibilidade de novos conhecimentos sobre a diversidade religiosa numa perspectiva interdisciplinar nas práticas pedagógicas nas escolas da rede municipal.

O evento, que teve como público alvo, os professores e diretores da rede municipal de ensino, foi promovido pelo Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre a Diversidade Étnico Racial (Neder) e pelo ensino fundamental da Semed, em parceria com as Edições Paulinas.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Escola municipal lança informativo e inaugura novas instalações

Foto: Diôgo Brandão



A escola municipal Fátima Lira, localizada no Benedito Bentes, realizou nesta sexta-feira, 27, a inauguração de sua sala de leitura, do laboratório de informática, com 22 computadores e da sala de apoio pedagógico, além do lançamento de seu jornal informativo, feito pelos alunos e coordenado pela jornalista Joseana Fernandes. O evento teve ainda, a participação dos alunos da escola dançando coco de roda e fazendo uma apresentação da taekwondo e de judô.

De acordo com, a diretora da escola, Rosangela Nascimento a ideia é desenvolver o trabalho escolar de forma criativa, valorizando as ações empreendedoras e inovadoras no âmbito escolar. “A nossa missão aqui, é oferecer um ensino de qualidade, contribuindo e incentivando o compromisso coletivo no desenvolvimento do trabalho pedagógico”, disse.

A diretora disse ainda, que sente a comunidade do Benedito Bentes mais próxima da escola. “Trabalhos como esse que conta com a participação da comunidade é um ganho para a escola por que ela passa a conhecer melhor a unidade”, afirmou Rosangela.

O evento faz parte do programa Mais Educação que visa fomentar atividades para melhorar o ambiente escolar, tendo como base estudos desenvolvidos pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). O Mais Educação incentiva as diversas práticas lúdicas nas escolas e representa uma alternativa no combate à violência.

Com o programa Mais Educação, todas as criança que estudam na Fátima Lira ficam na escola em tempo integral, livres das drogas, praticando esporte e reforço escolar. O aluno Sidnei Moura, de 10 anos, que faz o 5º ano e pratica judô na escola disse que o esporte ajuda a ficar longe das ruas. “Depois que entrei no judô fiquei com mais vontade de estudar e de passar mais tempo na escola. Fico triste quando penso que é meu último ano aqui”, afirmou.

A escola Fátima Lira tem cerca de 700 alunos e funciona nos três turnos. Pela manhã e a tarde estudam alunos do 1º ao 5º ano, já a noite funciona o Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Secretaria Municipal de Educação leva alunos ao concerto.


Fotos: Mauro Fabiani


O projeto Concerto Didático realizou sua primeira apresentação de 2011, nesta quinta-feira (26), no Auditório Guedes de Miranda, no Espaço Cultural. Os alunos da escolas municipais Denisson Menezes e Major Bonifácio foram os primeiros a prestigiar a apresentação da orquestra da Universidade Federal de Alagoas.


O projeto que é uma parceira da Secretaria Municipal de Educação com a Universidade Federal de Alagoas vai levar de maneira lúdica a música erudita para os alunos. Sua ideia é promover a consciência musical nas crianças da comunidade escolar, além de despertar o interesse pela música orquestral.


“Concerto didático pretender contribuir na formação musical e educacional dos alunos, permitindo que este vivencie outros ambientes, conheça um instrumento vivo e tome gosto pela música”, afirma José Alípio Martins, regente da orquestra.


Para Elaine Oliveira, diretora de gerenciamento da Semed, o projeto vai aproximar a música clássica das crianças, sua intenção é contribuir de maneira positiva no processo de ensino aprendizagem. “é uma atividade afirmativa e diferenciada que proporciona para os alunos um contato com novos mundos”, afirma ela.



Na realização da apresentação do Concerto Didático, algumas crianças foram convidadas a reger a orquestra. A idéia é atrair as crianças para inúmeras possibilidades que a música oferece. Também na ocasião, os alunos receberam uma cartilha com instruções didáticas, que relatam desde surgimento de uma orquestra até como se comportar durante o concerto

As novas apresentações do Concerto Didático serão realizadas nos dias, 16 de junho, 02 de agosto, 20 de setembro, 25 de outubro e 22 de novembro, no Auditório do Espaço Cultural, no Centro. Na próxima apresentação a escola municipal contemplada será a Brandão Lima.

Ramais da Semed




SETOR
FONE
Recepção
3315-4725
Comunicação
3315-4546
3315-4547
Secretário de Educação
3315-4550
Assessoria do Gabinete
3315-1029
Secretário Adj. de Educação
3315-4543
Gabinete
3315-4556
Gabinete
3315-4557
Copa do Gabinete
3315-4548
DIGEN – DIRETORIA GERAL DE ENSINO

Diretora Geral de Ensino       3315-4570
Apoio DIGEN
3315-4567
Arte e Cultura
3315-4575
Acompanhamento Escolar
3315–4565
Formação Continuada
3315-4588
Caica
3315-4715
Educação Infantil
3315-4610_
3315-4561
Jovens e Adultos
3315- 4571
NEDER
3315-4731
Dep.de Ensino Fundamental
3315-4574
3315-4568
Livro Didático
3315-4566
Biblioteca
3315-4581
Dep. de Educação Especial
3315-4573
Educação Física
3315-4564
Ginásio
3326-6194
Mais Educação
3315-4565
Matrícula
3315-4609
ProJovem
3315-4555




DIRETORIA DE GERENCIAMENTO ESCOLAR - DGE
Dir. de Gerenciamento Escolar
3315-4563
Gerenciamento-apoio
3315-4732
Gestão Democrática
3315-4580
Dados e Informações
3315-4577
CDE – Coordenação de Desenvolvimento Escolar
3315-4562
Normas e Legislação
3315-4559
Programas Especiais
3315-4560
Coordenação de Apoio Social
3315-4730
Coordenação de Nutrição e Alimentação Escolar
3315-4584
Tecnologia Educacional
3315-4690



RECURSOS HUMANOS
Cadastro e Legislação
3315-4717
Frequência e Convênio
3315-3698
Lotação Administrativa
3315-4585
Lotação Pedagógica
3315-4718
Setor de Pagamento
3315-4584




PLANEJAMENTO
Planejamento
3315-4722


Contratos e Convênios
Contratos e Convênios
3315-4558
PROCURADORIA SETORIAL
Procuradores
3315-4607-fax
Procuradoria - recepção
3315-4605
Procuradoria-
sala dos advogados
3315-4606



FUNDO MUNICIPAL PARA A EDUCAÇÃO
Coordenação do Fundo Municipal para a Educação
3315-4729
Financeiro do FME
3315-4726
Contabilidade
3315-4727-fax
Coordenação de Prestação de Contas
3315-4608
Prestação de Contas
3315-4728




COORD. GERAL DE ADMINISTRAÇÃO
Coord.Geral de Administração
33315-4598
Administração
3315-4572-fax
Administração - apoio
3315-4600
Coordenação Suprimento
3315-4602
Departamento de Compras
3315-4601-fax
Almoxarifado
3315-4589
Informática
3315-4110
Serviços Gerais
3315-4596
Setor de Transporte
3315-6161
Protocolo
3315-4569
Xerox
3315-4604
Arquivo
3315-4587




ENGENHARIA
Coordenação de Engenharia
3315-4595
CONSELHOS

COMED
3315-4721
COMED
3315-1025
COMEN
3315-5793
CAE
3315-4119

Comissão de Avaliação
3315-4576

Bolsa Família
3315-3686
Frequência Escolar
3315-4588

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Diretora da Esc. Paulo Bandeira recebe comenda de Maceió

Foto: Natalhinha Marinho

A pedagoga Avani Rodrigues recebeu a comenda Selma Bandeira, no dia 25 de maio, por representar significativamente sua luta em prol da educação do município de Maceió. A comenda foi entregue pela câmara de vereadores de Maceió, numa solenidade na Faculdade Integrada Tiradentes.


Avani, pedagoga e diretora da escola municipal Paulo Bandeira, foi eleita por unanimidade na câmara de vereadores por contribuir para uma escola pública de melhor qualidade e por lutar pelo bem comum na busca de dias melhores para a sociedade.


A Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) e a Prefeitura de Maceió apoia esse reconhecimento por saber que ela está representando toda a classe da educação do município. "A homenagem a Avani é justa e merecida. É um exemplo para os trabalhadores da rede municipal. É um símbolo de luta para que possamos ter uma educação de melhor qualidade, contribuindo para o desenvolvimento do país", enfatizou o secretário adjunto de educação de Maceió, Marcelo Nascimento.


O reconhecimento da sociedade com a entrega da comenda, demonstra a importância da contribuição dessa cidadã para o desenvolvimento do municipio, pois torna público os relevantes serviços que a pedagoga vem fazendo na comunidade maceioense. "É compromisso de todos lutar por melhorias para educação, principalmente por uma educação pública de qualidade. Não é fácil lutar, já que a inércia é tida como normal, mas não podemos desistir, pois a comunidade precisa de nós", disse pedagoga, Avani Rodrigues.


Além de professores, alunos e funcionários da escola Paulo Bandeira, marcaram presença técnicos da Semed, coordenadores pedagógicos, diretores de departamento, entre outras autoridades locais.


quarta-feira, 25 de maio de 2011

Semed discute estratégias para o fortalecimento da Educação Ambiental na rede

Foto: Adriana Cirqueira


A Coordenação de Educação Ambiental (Creamb) e a Coordenação do Plano de Desenvolvimento da Escola (PDE) se reuniram nesta quarta-feira (24), na Secretaria Municipal de Educação, com diretores e coordenadores da rede municipal de ensino.


O objetivo do encontro foi discutir novas alternativas para os estudos em Educação Ambiental, que apesar de incorporada na educação formal como conteúdo obrigatório em diversas disciplinas, precisa ser implementada de forma eficaz para cumprir suas funções de orientação preventiva quanto à preservação do meio ambiente.


Durante toda a manhã, técnicos, diretores e coordenadores discutiram a introdução da aplicação de metodologias de ensino no âmbito da educação ambiental, que deverá ser feita, primordialmente, através de projetos que podem ser financiados pelo PDE. Conforme salientou a coordenadora do PDE, Francisca Correia, os recursos também podem ser usados nesses projetos de forma planejada e em sintonia com as metas traçadas para o desenvolvimento da unidade escolar.


Segundo a bióloga Yumi Miranda, técnica do Creamb, a consciência ambiental deve ser despertada nos alunos do ensino fundamental desde o início de sua atividade escolar, pois os valores inseridos e continuamente reforçados nesta fase os acompanharão depois, em sua vida adulta, transformando-os em cidadãos comprometidos com as práticas de preservação ambiental.


O PDE é uma ferramenta gerencial que auxilia a escola a realizar melhor o seu trabalho, assegurando que sua equipe atue para atingir objetivos comuns. Ele constitui um esforço disciplinado de todos os segmentos da escola para produzir decisões e ações fundamentadas num processo de planejamento estratégico desenvolvido pela escola para a melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem.

Reunião debate Censo Escolar da Educação Básica 2011

Foto: Adriana Cirqueira


Márcia Amaral, coordenadora municipal do Censo Escolar


A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou, nesta quinta-feira (25), uma reunião técnica com secretários e diretores escolares para discutir os erros cometidos no ano passado e as mudanças impostas pelo Ministério da Educação (MEC) relativas a primeira etapa do Censo Escolar da Educação Básica 2011.

Segundo o calendário divulgado pelo MEC, o Censo Escolar deste ano tem início nesta quinta-feira (25), instituído como Dia Nacional do Censo Escolar da Educação Básica. Já o prazo final para a sua conclusão na Internet será no próximo dia 14 de agosto.

O censo é a atualização dos dados da escola referentes aos docentes e alunos de matrícula inicial. De acordo com a coordenadora municipal do Censo Escolar, Márcia Amaral, as escolas que não cumprirem este prazo vão perder verbas.

Márcia Amaral disse ainda, que os dados obtidos no Censo Escolar são usados para criação de políticas públicas e tem como objetivo principal colher informações que servem como base para conhecer e melhorar a realidade do sistema educacional brasileiro, por meio de indicadores e diagnósticos.

O Censo é o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro e tem como objetivo produzir dados e informações estatísticos para a elaboração de análise, diagnóstico e planejamento do sistema educacional brasileiro, além de subsidiar o trabalho dos gestores das diferentes instâncias e esferas de governo, de distintas instituições de âmbito público e privado.

O censo escolar acontece todos os anos em parceria com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa educacionais (INEP), órgão vinculado ao Ministério de Educação.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Projeto Escola Legal é lançado na Semed


Foto: Diôgo Brandão


Elaine Oliveira, diretora de Gerenciamento Escolar


A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) lançou, nesta terça-feira (24) o Projeto Escola Legal em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed) que tem o objetivo de capacitar a comunidade escolar quanto ao trabalho com adolescentes em conflito com a lei. O lançamento aconteceu na sede Semed e contou com a participação de conselheiros tutelares, corpo docente e funcionários das escolas públicas do município.


O projeto foi elaborado pela Semas através da coordenação do serviço de Liberdade Assistida (LA) e Prestação de Serviços a Comunidade (PSC). Segundo a coordenadora do LA e PSC, Giselda Correia o inicio das atividades do projeto começam no mês de junho e deverá ser realizado até dezembro de 2011. “Até dezembro serão feitas duas palestras por mês tematizadas: nas medidas socieducativas voltadas ao LA e PSC e também contempladas pelo Estatuto da Criança e do adolescente.


A diretora de Gerenciamento Escolar da Semed, Elaine Oliveira, garantiu que todas as crianças e adolescentes tem garantido o acesso às escolas da rede municipal de ensino. Para ela, o projeto Escola Legal dará uma grande ajuda na permanência destes adolescentes na escola. “É um momento em que as responsabilidades compartilhadas entre a Semed e a Semas se volta para garantir o direito do adolescente que por motivos diferenciados cumpre medidas sócio-educativas”, afirmou Elaine.


Durante a palestra, as técnicas da Semas, Ticiane Bentes e Luciana Rodrigues fizeram a apresentação do projeto. Elas explicaram que o LA visa acompanhar os adolescentes na sua inserção social, junto à família, escola e ao mercado de trabalho, buscando criar condições para que os mesmos, em regime de liberdade, assistida pelo município, sejam capazes de garantir à convivência familiar e comunitária.

Já o PSC consiste na realização de tarefas gratuitas em organizações governamentais ou não governamentais, por um período não excedente a seis meses, devendo ser cumprida numa jornada de oito horas semanais de forma a não prejudicar o trabalho e nem a escola.

Semed é parceira do Projeto “Forças no Esporte”

Foto: Janaína Farias



Alunos da rede municipal de ensino vão participar do Programa do Governo Federal “Forças no esporte” promovido pelo exército. A informação é do secretário adjunto de Educação, Marcelo Nascimento que participou, na tarde desta segunda-feira(23), no 59º Batalhão de infantaria motorizado, situado no Farol, da aula inaugural, que reuniu estudantes e representantes das instituições parceiras.

O projeto consiste em promover a inclusão social e a prática esportiva e tem ainda o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social(Semas) e Secretaria de Estadual de Educação(SEE). Crianças de 10 a 15 anos poderão participar e optar por várias modalidades esportivas como futebol, futsal, voleibol, handebol, basquetebol, atletismo, palestras educativas, entre outras atividades.


De acordo com o coordenador do projeto, Capitão Edgar Fernandes Bonfim os esportes serão realizados durantes três dias da semana- terça, quarta e quinta-feira, sempre no segundo horário. Dois professores de educação física e dois estudantes darão suportes aos alunos durante as atividades. As crianças terão direito a uniformes, almoço e lanche.


O coordenador enfatiza que uma das propostas do projeto, além de estimular as atividades esportivas é encontrar futuros talentos. “A criança que se destacar em alguma modalidade esportiva será encaminhada a Federação do esporte competente”, afirma o capitão Edgar. Ele explica que o projeto é uma ótima oportunidade para crianças que ficam ociosas sem ter o que fazer após o termino das aulas.


O secretário adjunto, Marcelo Nascimento, informou que duas técnicas pedagógicas farão a ponte entre a Semed e o projeto, com o objetivo de suprir a demanda que venha aparecer no decorrer das atividades. “Todo projeto de cunho social que tenha o interesse de contribuir para complementar a educação regular é sempre bem vindo e tem total apoio da rede”. diz o secretário.


O secretário ressalta ainda que as crianças por meio deste projeto têm a oportunidade de conhecer a vida militar, transitar num ambiente do exército e ao mesmo tempo participar de atividades educacionais e esportivas. Para ele, essa integração é vista como positiva por várias razões, uma delas é a integração do esporte e a educação. Marcelo Nascimento informou que a expectativa do exército é engajar cerca de 100 crianças da rede municipal.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Audiência pública discute a regulamentação do ensino religioso

Fotos: João Filho

Edna Lopes, presidenta do Comed



O Conselho Municipal de Educação (Comed) realizou nesta quarta-feira (19), no Auditório Paulo Freire, na Semed, a audiência pública sobre a regulamentação do ensino religioso nas escolas do Sistema Municipal de Ensino de Maceió. A presidenta do Comed, Edna Lopes apresentou as propostas desenvolvidas com a finalidade de discutir juntamente com demais educadores a oferta do ensino religioso na rede municipal de ensino.

A regulamentação dessa oferta vem da necessidade de integrar o ensino religioso na formação básica do cidadão, respeitando as diversidades religiosa e cultural do país. Sendo assegurado o direito de facultabilidade e vedada qualquer forma de proselitismo.


O assessor do departamento geral de ensino, Neilton Nunes, disse que esse momento é de extrema importância, pois a participação de cada um contribui para o crescimento na educação. "O sentido da audiência é para que todos possam participar e construam juntos novos rumos para organização do ensino aprendizagem", enfatiza Neilton.


Alguns eixos foram debatidos na reunião, a forma de se entender o fenômeno religioso como construção cultural da humanidade, estudando os pontos de vista da antropologia, da sociologia e da filosofia das religiões e o conhecimento dos livros sagrados e das tradições orais das matrizes religiosas: Ocidental, Oriental, Africana e Indígena.


"A regulamentação vai exigir de nós - educadores de ensino religioso - muita luta. É preciso de muita batalha para sanar a carência das escolas. Temos de aproveitar esse momento de discussão para buscar melhorias na educação da rede", falou a coordenadora de ensino religioso, Rosário de Fátima.


Rosário de Fátima, coordenadora de ensino religioso


A audiência pública, que é um instrumento que leva a decisão política ou legal com legitimidade e transparência, teve a participação de representantes da Secretaria Municipal de Educação de Maceió, Sinteal, câmara de vereadores, coordenadores, professores, conselheiros, além dos educadores do ensino religioso.


O secretário de educação, Thomaz Beltrão, destacou a importância de se debater a regulamentação para identificar com clareza o papel do ensino religioso. “É preciso que se construa um ambiente na escola, um espaço tolerante e fraterno, para que possamos acabar com o preconceito religioso", disse o secretário.


No próximo dia 30 acontecerá uma palestra com a temática: Ensino religioso - área de conhecimento no contexto escolar; com a especialista em ensino religioso e escritora Maria Inês Carneato, no auditório Paulo Freire, às 8h30; público alvo diretores, coordenadores e professores de ensino religioso.

Semed apresenta Regime de Colaboração para diretores e coordenadores




O Regime de Colaboração é uma parceria de âmbito educacional, onde o Estado e município assumem o compromisso de executar as ações nos princípios de equidade e reciprocidade.
Foi apresentado a diretores e coordenadores da rede municipal de ensino, nesta terça-feira (18), no auditório Paulo Freire, na Semed.


“A proposta do regime é fazer a organização da educação, levando todos os níveis escolares para os bairros”, afirma Álvaro Brandão, colaborador da secretaria municipal de educação e ministrador da palestra.


O principal objetivo é fortalecer o sistema educacional, promovendo a melhoria da qualidade de ensino e a erradicação do analfabetismo, estabelecendo também metas de aplicação de recursos públicos em educação. “Seu foco é o desenvolvimento do aluno em sala de aula”, enfatiza Brandão.


Para operacionalização do plano, um mapeamento escolar será realizado, neste será pontuado variáveis demográficas, econômicas, sociais e educacionais, a fim desenvolver ações direcionadas e especificas. Um plano de ação também será formulado com indicadores para melhoria da educação local.


O primeiro passo já foi dado, em 24 de Abril de 2011, foi publicado a portaria nº 24, onde a Semed institui a comissão responsável pelo Processo de Monitoramento e Avaliação do termo de cessão e permuta de servidores do Regime de Colaboração das redes estadual e municipal de ensino.


A aplicação do programa será iniciada após a finalização do relatório sócio-educativa local e o plano coletivo de programas e projetos pedagógicos. Será necessário também, a unificação das datas para inicio e término das atividades letivas nas escolas das redes públicas de ensino.